Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Orkut : Flickr : Multiply : Youtube : Twitter : Facebook

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Os Blocos e ensaios deste fim de semana no Rio de Janeiro: Desliga da Justiça, Sargento Pimenta, Carmelitas, Fanfarrada (e Songoro Cosongo!), Prata Preta e muito mais!

| Nenhum comentário





Sem muito papo, aí a agenda de blocos até domingo. Lembrando que o horário aí embaixo é normalmente da concentração, mas nem sempre, então fiquem atentos nos links para os eventos e informação vindas do Facebook para saber de cancelamentos, alterações, etc. De resto, aproveitem que já é muito carnaval!




30 de Janeiro, Sexta-feira

Ensaio do Afoxé Filhos de Gandhi
Horário: 19:00
Praça da Harmonia - Gamboa/Saúde
Evento


Planta na Mente - Operação Planta Presente
Horário: 20:20
Escadaria Selarón - Lapa
Evento










31 de Janeiro, Sábado

Spantinha (infantil)
Horário: 09:00
Lagoa - Próx. ao Parcão, entre as ruas Gastão Bahiana e Vinicius de Moraes
Evento


Bloco Desliga da Justiça
Horário: 10:00
Baixo Gávea
Evento


Spanta Neném
Horário: 12:00
Ciclovia da Lagoa
Informação


GB Bloco
Horário: 13:00
Praça do Chorinho da Rua General Glicério - Laranjeiras
Evento


Imprensa Que Eu Gamo
Horário: 13:00
Rua Gago Coutinho, Largo do Machado, e Rua das Laranjeiras, até a Gago Coutinho
Evento


Fanfarra Black Clube
Horário: 15:00
Lagoa, altura do Corte do Cantagalo
Evento


#AMARÉTRANSANTE - Agytoê + Orquestra Voadora
Horário: 15:30
Lona Cultural da Maré - Rua Evanildo Alves, sn, Maré - Cortejo em direção ao Pontilhão Cultural - Rua Praia de Inhaúma, SN
Evento


Grito de Canaval do Prata Preta
Horário: 17:00
Praça da Harmonia - Gamboa/Saúde
Evento


Maracutaia
Horário: 17:00
Praça XV - Rua do Mercado


Bloco do Sargento Pimenta
Horário: 17:00
Sesc Madureira
Informação


Segundo Ensaio do Bloco das Carmelitas
Horário: 19:30
Praça Tiradentes
Informação










1 de Fevereiro, Domingo


Calma Calma Sua Piranha
Horário: "pela manhã"
Rua Visconde De Caravelas - Botafogo
Evento


Volta Alice
Horário: 09:00
Rua Alice - Laranjeiras
Informações


Bloco Vira-Lata
Horário: 09:00
Praia de São Conrado
Evento


Bloco Meu Amor Eu Vou Ali com Bom Gosto
Horário: 12:00
Estrada Intendente Magalhães, nº 291 - em frente a escola de samba Tradição
Evento


Roda de samba do Boi Tolo
Horário: 13:00
Rua do Ouvidor, entre a Primeiro de Março e a Rua do Mercado
Evento


Bloco Estratégia
Horário: 14:00
Praça Tiradentes
Evento


Coração das Meninas
Horário: 16:00
Praça da Harmonia - Gamboa


Bloco Chinelo de Dedo
Horário: 16:00
Rua do Mercado, 20 - Praça XV
Informação


Fanfarrada e Songoro Cosongo
Horário: 17:00
Praça Tiradentes
Informação


Tambores de Olokun
Horário: 18:00
Aterro do Flamengo, próximo ao número 200 da Praia do Flamengo
Evento

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Fechando 2014: as listas do Scream & Yell, Sinewave e do Embrulhador

| Nenhum comentário






Agora que todas as listas de 2014 do universo se acabaram, acho que vale mencionar, entre muitas e muitas publicações por aí, três bons trabalhos de compilação de melhores do ano.



Scream & Yell



Contribuí mais um ano com meus votos na tradicional lista de melhores do ano do Scream & Yell, do jornalista e referência Marcelo Costa. Falo dessa lista desde o começo aqui do La Cumbuca, então é muito legal participar e ajudar a definir o que foi mais marcante no ano que passou. Você pode conferir quais foram os melhores discos e shows nacionais e internacionais, melhores filmes, livros e programas de TV clicando aqui. E, para saber quais foram meus escolhidos, clique aqui (e descubra minha identidade secreta).






Embrulhador



O camarada Ed Félix também é mencionado aqui de forma rotineira a cada começo de ano com sua lista de melhores da música brasileira. São 100 discos escolhidos entre 836 lançamentos avaliados por ele (a imagem com as capas dos discos foi enviada por ele e ilustram esta postagem). Bom, eu ouvi um pouco mais de 365, mas se eu não fizesse outra coisa na vida, quem sabe não ouvia mais de 800 também? Acho que não... mas, em todo caso, o trabalho gráfico que ele faz é sempre bem caprichado, diferente dessa tosqueira aqui que é o La Cumbuca.


O ponto de partida para conhecer os melhores de 2014 do Ed é este link.





Comunidade Sinewave no Facebook


E se estamos falando de trabalho gráfico caprichado, nada supera este livro virtual criado pelo Fernando do Floga-se (e foi aqui que vi esta listagem) e Elson Barbosa do selo Sinewave com os melhores discos de 2014, seja nacional ou internacional*.




(ou clique aqui)



Foram 67 votantes vindos da comunidade da Sinewave no Facebook, um grupo de apreciadores de música que fala sobre a banda Swans o dia todo. Ok, Swans e mais 5.000 temas musicais que são objetos de discussão no grupo diariamente.



Apesar da Sinewave ser também um selo que lança bandas experimentais, barulhentas, fora dos padrões pop da atualidade ou tudo isso junto, do seu "elenco" somente o ruído/mm entrou no Top 10 e por totais méritos próprios, não só porque também está no meu Top 14, mas porque isso se repete em qualquer lista de melhores do ano passado que tenha como mínimos critérios qualidade e relevância. Logo, plenamente justificável.



Inclusive tudo é bastante metódico e transparente, explicando como é o sistema de votação, pontuação, critérios de desempate, etc. São 109 páginas com a listagem total e textos dos 30 primeiros colocados (e a primeira colocada, adivinha quem é?). Vale a pena ler.



*(lembrando que aqui no La Cumbuca separamos os brasileiros dos gringos porque damos muito mais atenção à produção nacional e é muito difícil acompanhar o que andam fazendo no Azerbaijão, no Líbano e no Suriname, então considero nossas listagens internacionais sempre capengas e pendendo pro lado anglo-saxão...)

Fechando 2014: Mais 14 bons discos nacionais (e mais outros 14), por Otaner

| Nenhum comentário
Meu Top 14 Nacional você pode ver aqui.




Retomando o assunto da lista de outros 14 (+14) discos internacionais de 2014, foram mais de 365 discos ouvidos para chegar à lista de 14 melhores.




Muitos discos interessantes poderiam ter entrado, mas ficaram de fora. Às vezes um disco cheio de músicas muito boas não entra porque lá pelo meio do álbum faixas não tão boas acabam destoando e fazendo o conjunto todo desandar. Afinal de contas, é uma lista de melhores discos e não de melhores três ou quatro melhores faixas dentro de um disco mais ou menos.




Um exemplo disso é o Criolo. Convoque Seu Buda tem algumas das melhores músicas de 2014, começa e termina de forma espetacular, mas não mantém a qualidade de ponta a ponta. Um leve escorregão aqui e ali que outros 14 discos nacionais não fizeram. Mesmo assim é um disco cuja audição é bastante recomendada.



Racionais ousou e depois de doze anos lançou um álbum surpreendente, cheio de músicas curtíssimas, com algumas faixas com potencial de mais pedidas nos shows do grupo, como "Finado 'Neguin'" e "Você Me Deve". A tentativa de mudança na duração das faixas é louvável, curtas histórias, como se fosse só um trecho das histórias dos personagens criados pelos rappers, o que não quer dizer que funcione sempre. O começo em especial é confuso. Mas isso não quer dizer que não se deve ouvir Cores & Valores.



Junto de Criolo e Racionais estão mais doze discos que poderiam ter entrado fácil no meu Top 14 nacional de 2014.




Criolo - Convoque Seu Buda





Racionais - Cores e Valores





Maria Alcina - De Normal Bastam os Outros





Saulo Duarte e a Unidade - Quente





Claudia Dorei - Inspire





Alzira E - O Que Vim Fazer Aqui





Alessandra Leão - Pedra de Sal





Banda do Mar - Banda do Mar





Adriano Cintra - Animal





Bonifrate - Toca do Cosmos





O Padre dos Balões - EP II





Dry - Enjoy the Fall





Huey - Ace





Salgueirinho - Animalia




Bônus - mais outros 14 discos nacionais:

The Outs - Spiral Dreams EP

Mombojó - Alexandre

Billy Ponzio - Metalodrum II

Câmera - Mountain Tops

D.F.C. - Sequência Animalesca De Bicudas E Giratórias

E A Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante - E A Terra Nunca Me Pareceu Tão
Distante


Far From Alaska - ModeHuman

Leonardo Panço - Tempos

Rabujah - Cozinha Americana, Quarto e Sala

Pense - Além Daquilo Que Te Cega

Silva - Vista Pro Mar

M. Takara - Mundotigre

Rosivaldo Cordeiro – Guitarreiro

Silvia Machete – Souvenir




E a maioria dos álbuns do Wallace Costa.



E muito mais. Carne Doce, Helga, Barizon, Treli Feli Repi, Pato Fu e muitos outros que vocês podem encontrar entre os mais de 365 lançamentos que postamos durante todo o ano passado.

Fechando 2014: Mais 14 bons discos internacionais (e mais outros 14), por Otaner

| Nenhum comentário
Meu Top 14 Internacional você pode ver aqui.


Quando no final até o começo do ano seguinte vão surgindo essas listas de melhores do ano, em especial a lista de uma pessoa só, uma dúvida surge: afinal, quantos discos essa pessoa ouviu para dizer quais são os melhores? Quantos shows a pessoa foi? Qual a experiência dela para fazer uma avaliação crítica sobre música, seja gravada ou ao vivo?




Porque tem gente que faz uma lista de Top 10 e parece que só ouviu 10 discos o ano todo mesmo. E mesmo que tenha ouvido mil discos, vai saber em que condições ouviu, ainda mais hoje com toda a facilidade que temos para escutar música em qualquer situação.




De minha parte, acho que ouvi discos o suficiente para fazer um Top 14 Internacional (que está no link acima) e um Top 14 Nacional. De minha parte, ouvi em torno de 200 discos feitos fora do Brasil, tentando buscar um pouco coisas fora do mundinho anglo-saxão-indie-pop, mas no fim das contas acaba vindo desse mundinho mesmo boa parte do que ouvi.




Felizmente, essa tentativa de busca me leva principalmente à música africana, Sia Tolno e Vaudou Game no Top 14, Orlando Julius com os Heliocentrics e o Tinariwen aí embaixo. Me leva a Portugal de Paus e da banda-de-um-homem-só Legendary Tigerman, me leva ao nosso continente e, embora o novo lançamento do Cuarteto de Nos (Habla tu Espejo) tenha me decepcionado, há Ana Tijoux representando a America Latina. E, claro, tem também um monte de americano e um monte de inglês, que não só produzem muito como também têm um alcance maior e chegam mais rápido aos nossos ouvidos.



Os 14 discos abaixo (e mais 14 abaixo destes) são uma tentativa de demonstrar que, apesar de muita gente não saber, 2014 foi um ano legal para a música e que pude acompanhar bastante disso. E também porque algumas pessoas têm curiosidade de ouvir coisas novas, então taí.





Orlando Julius with The Heliocentrics - Jaiyede Afro





Bob Mould - Beauty & Ruin





Elbow - The Take Off and Landing of Everything





Tinariwen - Emmaar





Sun Kil Moon - Benji





TV On The Radio - Seeds





The Rentals - Lost in Alphaville





Ana Tijoux - Vengo





Spoon - They Want My Soul





Thurston Moore - The Best Day





Off! - Wasted Years





Johnny Marr - Playland





The Legendary Tigerman - True





Beck - Morning Phase








Bônus - outros mais 14 discos internacionais (esses aí vocês se virem procurando pelas internets):




Drive-By Truckers - English Oceans

Damien Rice - My Favorite Faded Fantasy

Jack White - Lazaretto

Ibibio Sound Machine - Ibibio Sound Machine

Shellac - Dude Incredible

New Pornographers - Brill Bruisers

Weezer - Everything Will Be Alright in the End

Wilko Johnson and Roger Daltrey - Going Back Home

Leonard Cohen - Popular Problems

Echo and The Bunnymen - Meteorites

Interpol - El Pintor

Sharon Jones & The Dap-Kings - Give the People What They Want

...And You Will Know Us By The Trail of Dead - IX

U2 - Songs of Innocence




Sim, U2. Listas também são boas para ver o quanto de mau gosto o listador tem. Mas se gostei do disco, porque não colocaria? Logo mais, a lista dos outros 14 discos nacionais.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Show inteiro: Russo Passapusso no Festival Picolé, no Circo Voador (22/01/2015)

| Nenhum comentário





Publiquei há alguns dias a cobertura sobre o segundo dia do Festival Picolé no Circo Voador. A leitura é recomendável, mas um momento tão especial exigia um esforço meu e do Fábio Fernandes em gravar o show todo do Russo Passapusso.




Afinal de contas, não é todo dia que temos essa oportunidade de ver juntos Passapusso, Curumin, Saulo Duarte e participação de BNegão. Para quem perdeu, fica a chance não só de ver como foi o show, mas de não vacilar e não perder uma próxima vez.




Para assistir, clique aqui ou abaixo:







Setlist:


Paraquedas


Remédio


Flor de Plástico


Sapato


Matuto


O Sangue do Brasil


Autodidata


Relógio


Anjo


Tapa


(Funk) Até o Caroço


Aperta o Pé


Paraquedas (encerramento do show)



O Picolé se encerra esta quinta-feira no Circo Voador com Juçara Marçal, Iconili e Zebrabeat.

Vídeo: Mombojó cantando Beth Carvalho na praia de Ipanema (e mais outros vídeos - 25/01/2015)

| Nenhum comentário





Como o tempo no Rio de Janeiro está bom para ir à praia por volta de seis da tarde mesmo, nada melhor que fazer isso no domingo e ter um show para assistir. Já falamos aqui sobre as apresentações de Silva e de Marcelo Jeneci dentro do projeto Verão Rio e o último domingo ficou por conta do Mombojó a tarefa de sonorizar o pôr do sol.









O fato de no mesmo dia o Foo Fighters se apresentar no Maracanã pode ter contribuído para que o show não enchesse muito. E mesmo assim a areia em frente ao palco estava toda tomada pelos fãs do grupo pernambucano.










Já falamos sobre outras apresentações do Mombojó e você pode ler aqui e aqui e aqui para eu não ter que ficar me repetindo sobre a sonoridade da banda, sobre as explosões de timbres dos teclados de Chiquinho e da guitarra de Marcelo Machado, as músicas catárticas do primeiro disco, etc.




Mas agora o Mombojó está com disco novo, Alexandre, lançado ano passado. Algumas músicas funcionam bem e já fazem sentido no setlist, caso de "Summer Long", música feita em parceria com Laetita Sadier do Stereolab, a maior das influências que o grupo tem, em especial Chiquinho. "Dance" e "Diz o Leão" também são novidades acertadas no repertório. Já "Cuidado, Perigo!" se trata de boa música que se perde no prolongamento das duas palavras do título sendo repetidas sem parar.









Interessante notar que as músicas do terceiro disco vão ganhando cada vez mais força com os anos, em particular "Casa Caiada". Interessante também que o vocalista e eventual guitarrista Felipe S, que sempre foi bom frontman, parece que com o tempo de palco adquiriu mais trejeito ainda e conversa no intervalo de algumas músicas, pede palmas, pede para o público cantar mais alto, enfim, busca se conectar com a audiência, algo que as bandas e artistas com espírito mais independente parecem se esquecer de vez em quando.




E tivemos também aquilo que está no título desta resenha. Felipe S explicou que era a primeira vez que iriam tocar "Andança", música composta por Paulinho Tapajós, Edmundo Souto e Danilo Caymmi que ficou famosa na voz de Beth Carvalho, por quem Felipe derramou merecidos elogios. Veja como ficou a versão de Mombojó para "Andança":









Ah sim, a natureza fez sua costumeira e mágica participação especial.









Seis vídeos do show podem ser vistos aqui ou clicando logo abaixo.







Músicas gravadas


- Faaca

- Diz o Leão

- Absorva

- Casa Caiada

- Duas Cores

- Andança

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Resenha, Vídeos, Fotos: Autoramas & BNegão na Marina da Glória (24/01/2015)

| Nenhum comentário





No último sábado no Rio de Janeiro tínhamos à disposição pela cidade shows de Móveis Coloniais de Acaju, Lucas Santtana, Los Sebosos Postizos tocando A Tábua de Esmeraldas, Ney Matogrosso, Pelvs, entre outros.




Mas era imprescindível não perder uma rara oportunidade de ver no Rio o show conjunto de Autoramas com o BNegão, que aconteceu na Marina da Glória, dentro do evento Rider Weekends, sobre o qual já falamos aqui.









O evento, que traz diversas festas que acontecem em outros locais pela cidade e alguns shows bacanas a preços razoáveis, ao que parece atrai um público bastante interessado em ver e ser visto, além de andar de tobogã, a principal atração/ação de marketing do local.









E talvez menos interessado em curtir bons sons, em especial nesta noite em que a festa Coordenadas foi convidada e com uma das pistas dedicada ao rock e que não atraía as muitas moças de salto alto circulando pela estrutura montada na Marina.




A coisa melhorou quando o Autoramas entrou em ação.









Gabriel Thomaz, Flávia Couri e Bacalhau são fulminantes, como costumam ser (vídeos deles em 2013 no Studio RJ, como exemplo), com três músicas do Autoramas (quer dizer, "Domina" é do Rubinho Jacobina, mas o Autoramas gravou) para abrir a apresentação.









Não sei se a versão de "Garotos II" do Leoni era realmente necessária, mas esse foi o único momento dúbio da noite. Na música seguinte Flávia tocava no baixo as notas marcantes de "Walk On The Wild Side", pavimentando a chegada de BNegão para mandar em cima da música de Lou Reed a sua (e dos Seletores de Frequência) "Enxugando Gelo".









De Wild Side para "Wild Thing" e de lá para "Queimando Tudo" do Planet Hemp, com BNegão descendo do palco para encurtar a distância com o público ao arrastar uma faixa dessas ridículas que usam para organizar fila em metrô e aeroporto.









A partir daí o repertório é uma das coisas mais inimagináveis que se tem notícia. Músicas dos mais diferentes ritmos e estilos são autoramizadas com o reforço pesado da voz e presença de BNegão.









Não consigo imaginar um setlist como esse tocado por nenhuma outra formação musical. Músicas do The Sonics ("Psycho"), Pato Banton ("Go Pato"), Daft Punk ("Robot Rock"), Earth, Wind & Fire ("Let's Groove"), Prince ("Kiss"), B52's ("Private Idaho"), Edu K ("Vai Tomar No...") e Ramones (ou The Trashmen, se preferir, vocês sabem, "Surfin' Bird") ganham guitarra e baixo ruidosos com uma bateria sempre potente, que também anabolizam de forma autorâmica músicas dos Seletores de Frequência como "Essa é Pra Tocar no Baile" e "Dança do Patinho"












Até mesmo a versão de "Rio 40 Graus" de Fernanda Abreu, aumentada em dez graus diante de nossas temperaturas atuais, fica pesada e interessante, embora fosse preferível ouvir "Terremoto" (com o refrão "Rio 50 graus, quem não aguenta passa mal") do Turbo Trio, outro projeto de BNegão que merece ser revisitado nos dias de hoje.














Para o bis ainda teve Metallica ("Seek & Destroy"). Só faltou tocar música do Missed In Action, uma das primeiras bandas que BNegão teve no começo dos anos 90. Mas não faltou a Little Quail & The Mad Birds de Gabriel Thomaz, com "1, 2, 3, 4".









De Earth, Wind & Fire a Metallica, Autoramas & BNegão mostram, como já havíamos visto pesquisando pelo youtube, que juntos tem uma química tão surpreendente quanto o setlist e merecem mais oportunidades de se apresentarem pelo Rio de Janeiro.




Para quem perdeu, um alento: BNegão & Seletores de Frequência tocam este sábado no CCBB (confira na nossa agenda).









Crédito das fotos: Dine



Confira todos os muitos vídeos de quatorze músicas que gravamos do show aqui ou abaixo:








Músicas gravadas:

- Abstrai

- Walk On The Wild Side

- Enxugando Gelo

- Wild Thing

- Queimando Tudo

- Go Pato

- Dig Dig Dig (Hempa)

- Guitarrada

- Robot Rock

- Let's Groove

- Vai Tomar No...

- Rio 50 Graus

- Essa é Pra Tocar No Baile

- Seek & Destroy





Mais sobre Autoramas?

Nove vídeos no Studio RJ em 2013

Autoramas acústico na Drinkeria Maldita em 2009

Lembranças sobre o Autoramas e outros shows no Cinematheque





Mais sobre BNegão?


BNegão e Seletores no Oi Futuro Ipanema em 2010

8 vídeos da noite que os Seletores abriram e tocaram junto com o Defalla no Circo Voador em 2013

Entrevista que fizeram com o BNegão no estúdio Maravilha 8 (sobre ir freneticamente em shows, algo que entendemos bem!)