Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Rádios no Rio

Falar sobre rádio em 2009 parece uma coisa tão ou mais ultrapassada quanto falar sobre, hum, Phono 73. Provavelmente com uma culpa muito maior dos donos e programadores de rádios, com programações repetitivas baseadas quase exclusivamente em jabá, o pagamento feito para que determinado artista toque até não poder mais. Some-se a isso o quanto é atraente você mesmo escolher o que quer ouvir com centenas, milhares de mp3s armazenados em seus aparelhos de sei lá quantos gigabytes.




Mas eu particularmente gosto de me surpreender e não há shuffle que crie a sensação de ouvir algo que você não esperava e saber que outras pessoas estão ouvindo, que aquilo está sendo compartilhado, não importa qual reação causa em cada um. E felizmente algumas rádios estão melhorando sua programação.




A MPB FM, apesar do conceito restritivo que é tocar somente música popular brasileira - é possível sempre discutir o "popular", mas muito mais difícil o "brasileira" - tem melhorado bastante desde que entrou para o comando da rádio Bruno Levinson, criador do festival Humaitá Pra Peixe (para onde escrevi sobre os shows este ano).




Assim que soube disso passei a ouvir de vez em quando a rádio e entre os indefectíveis chicobuarques e caetanos que recheiam a programação, pude ouvir Eddie, Vanguart e Tim Maia, mas Tim Maia da fase racional, a música "Bom Senso"! Uma senhora evolução para uma rádio que mesmo assim já tinha boas iniciativas antes, como colocar Silvia Machete e Fino Coletivo na programação. Além do Palco MPB, onde já assisti Pato Fu, Marcelo Camelo, Silvia Machete, João Penca e Seus Miquinhos Amestrados, Toni Platão, Fernanda Takai...




A Oi FM também tem melhorado, mas em horários indecifráveis e sem muita lógica, pelo menos para mim. Nem vamos começar a falar do programa Ronca Ronca, porque aqui nós já deixamos bem claro que é a razão de ser do La Cumbuca e é algo que transcende rádio. Às vezes, após o Ronca, a programação da rádio é quase tão boa quanto o programa, quase sempre com um Gang Of Four deixado ali de assinatura por quem está fazendo a programação. Já ouvi nesse horário em uma sequência de 15 minutos "Buddy Holly" (Weezer), "Umbabarauma" (Jorge Ben) e "Daft Punk Is Playing In My House" (Daft Punk)! Às vezes de tarde a programação melhora, voltada para o rock.




Mas às vezes nesses mesmos horários está tocando hip hop e r'n'b insosso. A salvação da Oi FM está nos programas. Além do Ronca Ronca já ouvi poucas vezes o Etc, do radialista e ex-vj da MTV, Reverendo Fábio Massari. E com Fábio Massari não há como errar. Sempre acontecem boas surpresas. E ouvi uma vez Nômade, programa apresentado por um sujeito com a voz do ator Paulo César Pereio, mas com sotaque estrangeiro, chamado Paco Pigale. Como o nome sugere, ele apresenta sons de diversas partes do mundo, o que, aliás, o Fábio Massari também costuma fazer. Na edição que ouvi era uma espécie de comemoração dos 20 anos da queda do muro de Berlim, mostrando o que é feito do lado oriental do ex-muro. As palavras eram estranhas, mas o som em geral era muito bom.




Graças às dicas de shows que o incansável colaborador Fábio Fernandes me manda, pude descobrir que a Rádio Roquette Pinto (ô nome...) está operando em FM. Em um dia, durante uma viagem, ouvi um programa que estava tocando... Leonard Cohen! O programa se chama Radio Blog e é apresentado por Olívia Byington, e enquanto ia mostrando uma versão do argentino Jorge Drexler para a original que havia acabado de ser tocada ("Dance Me To The End Of Love") e emendando com "I'm Your Man" ao vivo, do disco recém-lançado de Leonard Cohen, os ruídos de quem está deixando a cidade iam se apoderando da frequência, para minha tristeza, já que não tinha Leonard Cohen no meu tocador de mp3.




E como a rádio pode ser literalmente uma caixinha de surpresas, horas antes, às 9 da manhã, enquanto procurava a Roquette Pinto ou algo que fosse diferente para ouvir, me deparei com uma rádio que apresentava o Clube do Brega, como músicas incríveis como "Meteoro" (tecnobrega) e "Ela é Desquitada". Não sei o nome dos artistas, nem se esse é o nome das músicas, muito menos que rádio era essa, já que por um descuido não gravei qual era o número marcando no dial, além do que a praia estava à minha frente e algumas coisas são mais fortes que a música, acreditem. Pela internet não achei um clube do brega que fosse apresentado nesse horário em uma quinta-feira por rádio nenhuma. Mas tenho certeza que vamos nos reencontrar, da mesma forma que, apesar da enxurrada rádios evangélicas e de notícias, vou reencontrando aos poucos meu gosto por ouvir rádio.


Frequência das rádios no Rio de Janeiro

MPB FM: 90,3

Oi FM: 102,9

Roquette Pinto: 94,1




Epílogo
Escrevi o texto acima há alguns meses. Semana passada ouvindo novamente o programa Nômade, tive a chance de andar pelas ruas da zona norte ao som de Goran Bregovic e Taraf de Haidouks! Hoje de madrugada, enquanto terminava o texto para colocar no blog, ouvi em sequência na Oi FM: Bloc Party, Móveis Coloniais de Acaju, Beck e... Volver (!).

5 comentários:

Alexandre disse...

Legal. Sou fã de rádio, fui criado ouvindo os comunicadores da Globo AM, é uma pena que as nossas rádios andem nessa pindaíba.

O que eu não gosto, na OiFM por exemplo, é não poder gravar os programas, tipo podcast, como acontece com o Garagem (que voltou, está na Show Livre), pra poder ouvir na viagem para o trabalho, no ônibus de manhã, ou no carro. Por isso que não gosto de streaming: para que eu curta como um verdadeiro programa de rádio, eu queria ouvir no radinho, ao lado da cama, na hora de dormir ...

Abraço

www.mottinha.net

Tandera Homens do Pântano disse...

e a www.radiogruta.com

já conhece? TEM q conhecer

Otaner disse...

Fala Alexandre. Acho que alguns dos programas da Oi FM tem como gravar, mas não tenho certeza. O da Olivia Byington com certeza dá e está lá justamente o programa sobre o Leonard Cohen!

Super Tandera, Túlio já deu a dica sobre a Rádio Gruta aqui ó: http://lacumbuca.blogspot.com/2009/09/makula.html . Tô a fim de dar umas dicas de rádio online e falar sobre as rádios interessantes e as pirata/comunitárias dos anos 90, vamos ver se consigo. E shows do HdP, cadê? Abs

Otaner disse...

Ah sim, só pra não ficar confuso, o programa da Olivia Byington é na Roquette Pinto.

Elishistoria disse...

Lembro de quando eu gravava minha sequência de rock (em fita K7...rs) na Rádio Fluminense. Me sentia a própria DJ...rere