Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Pernambuco em peso

Como dá pra ver na agenda aqui do lado (a não ser que você esteja lendo pelo multiply ou pelo google reader), tem uma pequena invasão de excelentes artistas pernambucanos em junho. Na verdade quase todo mês tem. Mês passado vimos China e Mombojó juntos, por exemplo. Mas este mês, além de alguns velhos conhecidos, caras novas estão pintando por aí. Tentando esquematizar para melhor visualização:

Nação Zumbi - dia 06 (Circo Voador, tipo, agora): Certeza de ótimo show, igual o do ano passado. Mas é um pouco decepcionante não ter uma banda de abertura. Já era uma tradição ótimos artistas de abertura nos shows deles no Circo, como Mombojó, Ortinho, China... Desta vez parece que ia rolar Siba e a Fuloresta, mas não aconteceu. Uma pena.

Orquestra Contemporânea de Olinda - dia 07 (festa Ronca Ronca no Estrela da Lapa): Ainda acho difícil imaginar como vão caber os 12 (!) integrantes da O.C.O. no apertado palco do Estrela da Lapa. Mas estarão lá e músicas como "Saúde", "Saúde II" e "Canto da Sereia" devem garantir uma festa bem divertida.

Seu Chico - dias 13 e 14 (Cinematheque e festa Sobremusica no Cine Lapa): Formado por integrantes da Mula Manca E A Fabulosa Figura, acompanhados pelo pianista Vitor Araújo (que ainda tem mais duas datas solo na cidade). Tem se tornado comum artistas de lá montarem bandas cover de artistas brasileiros populares. A Nação Zumbi faz o seu Los Sebozos Postizos em homenagem a Jorge Ben (não confundir com o Ben Jor), China+Mombojó têm o Del Rey reverenciando Roberto Carlos, Silvério Pessoa montou o Sir Rossi para tocar, tcha-ram, Reginaldo Rossi. Tá faltando um pro Tim Maia, quem se habilita? Seu Chico é especializado, obviamente, em Chico Buarque. Justamente o artista mais tocado, coverizado, e com mais grupos especializados nele aqui no Rio. Tem Mulheres de Chico, o musical Mulheres de Hollanda, deve ter algum Mulheres de Buarque por aí também. Nos barzinhos da Lapa é repertório obrigatório de 100% dos artistas que ali se apresentam (especialmente na Rua do Lavradio). Ou seja, em Recife pode ser uma idéia original, mas aqui há uma tremenda saturação. Então pra que vê-los? Respondo: porque os caras são foda. Vê aí e tire suas conclusões. http://www.youtube.com/watch?v=mxeKGt7LSzg O único porém, imperdoável, é não ter uma única apresentação marcada (até onde eu saiba) da Mula Manca! Tremenda oportunidade desperdiçada.

Vitor Araújo - dias 15 e 16 (Planetário e Livraria da Travessa):
Sobre como é um show dele você pode ler aqui.

2 comentários:

mari disse...

Olá Otaner, estou escrevendo pois achei muito boa sua iniciativa de reunir e anunciar os shows da galera e Pernambuco q estão arrebentando!
Mas queria colocar q fui ao show da Nação e, é claro, foi incrível!!! E q ao invés de uma banda de abertura, rolou um DJ de abertura: o dj Nuts! Que acompanha a banda neste show e q SIMPLESMENTE AR-RE-BEN-TOU!!! Disse ao q veio mesmo, saca?
O cara é de SP, saindo de sua lista, mas queria colocar q foi uma ótima experiência, compensando a falta salientada por você.
beijos e até os shows

Otaner disse...

Olá Mari, obrigado pelo comentário.
Tenho certeza que o show da nação fui incrível, pois nunca vi sequer um show deles que tenha sido mais ou menos, todos foram sempre sensacionais.

O Nuts, se é o cara que já tocou com o planet (com o Rappa tb, acho) deve ter sido bom mesmo. Mas aí é uma coisa pessoal, eu prefiria uma banda de abertura, ainda mais pq tinham anunciado por um dia no site Siba. Mas sem desmerecer o dj, se eu tivesse ido, imagino que teria me divertido com o Nuts.

Beijos!