Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

sexta-feira, 27 de julho de 2018

Vídeos: Blastfemme e Mescalines na Baratos da Ribeiro (21/07/2018)





Dizem as lendas que o primeiro show do Blastfemme aconteceu na Baratos da Ribeiro ano passado. Esta Cumbuca estava lá para conferir uma apresentação-surpresa dos pernambucanos do Tagore e deu de cara com um grupo formado por três mulheres e um cara mandando um som que a princípio me pareceu bem voltado para o pós-punk dos anos 80, tanto é que incluí nessa postagem sobre a volta do estilo. Até mesmo no cover de Gossip que fizeram no final, o som me pareceu com um pouco mais de "densidade" do que os revivalistas dessa sonoridade do começo do século costumavam exibir.







Slits, Bush Tetras, Au Pairs, Mercenárias e, em uma referência mais recente o Savages, povoaram minha mente após aquele primeiro show, além de um pouco de algo próximo ao rock de garagem e o grunge, neste caso talvez por influências de bandas riot grrrl, como L7, Bikini Kill e Sleater-Kinney. Apesar dessa miríade de nomes jogados aqui, havia algo bem próprio no som do grupo, fugindo um pouco de mero decalque dessas influências. Depois do primeiro show fui reforçando essas impressões com uma apresentação do lado de fora do Escritório e agora com esse retorno à livraria Baratos da Ribeiro, às vezes com um pouco mais de punk rock do que eu esperava inicialmente, mas cada vez melhor e com certeza um dos grandes destaques entre as bandas que tem tocado no Rio de Janeiro.



A abertura foi por conta de um duo de São Paulo, o Mescalines, com um blues instrumental que parece buscando algum deserto africano, mas se resolve melhor com algumas doses de psicodelia sessentista através dos ecos da guitarra. Uma viagem interessante para iniciar mais uma amostra de bandas na Baratos da Ribeiro.







Vídeos do Blastfemme aqui ou abaixo.





Músicas:

- "Tão Longe Daqui"

- "Não Seja"

- "Obrigada, Pela Parte Que Me Tocas" (trecho)





Do Mescalines gravei "Travesseiro de Nuvens".





Nenhum comentário: