Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Expectativa: Festival Queremos! dia 25 de agosto no Rio de Janeiro





Enquanto algumas cidades brasileiras tem recebido festivais que montam um painel do que de mais interessante tem sido produzido na música do Brasil (Bananada - Goiânia, Se Rasgum - Belém, Radioca - Salvador) e São Paulo em particular recebe alguns festivais focados na música indie mundial (como Popload e Balaclava Fest), o Rio de Janeiro tem ficado há um tempo mais ou menos de fora dessa festa. Talvez o Coquetel Molotov em Recife seja um exemplo que transite entre esses dois modelos. E eis que surge o Queremos! Festival tentando suprir essas duas demandas no Rio de uma tacada só.



O Queremos é um grupo surgido em 2010 com a proposta de ajudar os fãs a se organizarem e trazer para o Rio de Janeiro alguns artistas internacionais que estavam pulando a cidade da rota de suas turnês pelo Brasil e América do Sul, aquilo que ficou popularizado como crowdfunding. É provável que muitas das resenhas que fizemos nos últimos anos ou não aconteceriam ou teriam que ser acrescidas de relatos de viagem a São Paulo, de Vampire Weekend a Wilco, de Feist a Lee Fields, e aí no bolo Primal Scream, Breeders, Ben Kweller, muita gente.



O Queremos cresceu, virou empresa, leva shows para outras cidades do Brasil e do mundo. Normalmente são artistas de um universo mais indie, mas de vez em quando varia, como no caso do Lee Fields citado acima e também ajuda bandas mais preferidas atualmente pelos adolescentes, além de artistas nacionais.



E agora se propôs a um festival com uma escalação que, do lado das atrações internacionais, provavelmente agradará quem conhece a plataforma e é coerente com tudo que trouxe nos últimos 8 anos. Father John Misty tem feito parte do plantel de muitos festivais deste ano mundo afora como um dos principais nomes, quase sempre logo abaixo dos headliners. O Cut Copy fica uma linha abaixo do Father John Misty nos cartazes (no do Queremos estão um do lado do outro), mas também com moral semelhante pelos circuitos europeus e americanos. Animal Collective vem com um show do disco Sung Tongs (de 2004), onde a banda é reduzida pela metade e violões mais um bumbo, mas os fãs ardorosos do grupo provavelmente vão ficar felizes com o resultado. Já ionnalee é voltado tanto para o visual e coreográfico quanto para o musical.



Mas a parte nacional é o grande atrativo para o alcance que o festival provavelmente almeja. Nos últimos dois anos os shows de Baianasystem, Rincon Sapiência, Letrux e Boogarins tem sido sempre comentados e aguardados quando acontecem no Rio. Rubel tem um séquito fervente de fãs e Xênia França ainda não teve o espaço dos anteriores na cidade, mas vimos aqui no CCBB em março e atestamos que é nome do mesmo quilate que os demais.



Talvez exista pouca conexão entre os artistas nacionais e internacionais, tendo o Boogarins como aquele que circula bem tanto aqui como lá fora e é o nome mais roqueiro entre todos aí, mas é assim que costuma funcionar um festival mesmo, com uma certa variedade musical tanto para ouvir o que já se gosta quanto para conhecer coisas novas.



Como todo festival estreante, é uma incógnita saber qual vai ser o resultado final e se vai agradar o público carioca, essa uma incógnita eterna. Mas considerando a carência do Rio para um evento com esse perfil é inevitável o desejo que o primeiro Queremos! Festival triunfe.



Veja aí as informações, já presentes em nosso agendão de agosto:


Festival Queremos!
Rubel
Boogarins
Xênia França
Letrux
Rincon Sapiência
BaianaSystem
ionnalee
Cut Copy
Father John Misty
Animal Collective

sábado, 25/08/18
Preço: 160 meia 2º lote
Horário: 15:00
Marina da Glória - Av. Infante Dom Henrique, s/n - Glória


Nenhum comentário: