Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Dicas de pós-Natal

Devo admitir: passo meses sem comprar discos. E isso não veio a partir da era do mp3. Sempre fui um "pirata", por questões meramente financeiras. Gravava fitas cassete de cds emprestados pelos amigos ou de programas de rádio como o Ronca Ronca ou o que o Marcelo Nova fazia na Transamérica. Shows ao vivo em algum estúdio de rádio também entravam no cardápio, além de rádios comunitárias/alternativas/piratas/chame do que quiser.


Exemplos: Central FM, Progressiva (já falei delas aqui, aproveite para baixar o disco do Cabeça) e a não-pirata Tribuna FM, de Petrópolis, com as quais eu fazia uma ginástica desgastante para conseguir sintonizar. Mas valia a pena para, por exemplo, conseguir ouvir O A e o Z dos Mutantes na íntegra. Sim, por incrível que pareça, rádio era um negócio muito útil nessa época.


Mas claro que a vida não era só de fitinhas e eu comprava bem mais cds do que hoje em dia. Até meados de 98 os preços tinham uma média de no máximo 12, 15 reais. Aí começou a ter um Beastie Boys por mais de 20 reais e de repente já tinha cd a 30, 40 reais. Hoje o que vemos é o R.I.P. das gravadoras. Mas minha salvação nesse meio-tempo eram os saldões. Aquele lugar da loja que tem cds mais baratos e às vezes é possível achar preciosidades. Você já deve ter vasculhado alguma coisa naquelas bacias das Lojas Americanas.


É, cd hoje em dia perdeu muito do valor (sentimental, pelo menos), mas como ainda dá trabalho (mas bem pouco) de baixar, o dvd virou o novo cd. Tenho certeza que você aí aproveitou e comprou o dvd duplo No Direction Home, documentário sobre Bob Dylan, dirigido pelo Martin Scorcese. Estava 12,99 na Americanas. Tem também um monte de filme legal por preços bem em conta.


Mas vamos ao assunto: Natal. Naquela busca por presentes para as pessoas, é sempre possível encontrar algo de interesse próprio e até "descobrir" lugares que sei lá porque eram novidades pra mim, como a loja New Disc, no Saara. O saldão era mais do que convidativo: cds por 3,90 e dvds por 5,90. Entre os cds, se interessar a alguém, tinha do Zefirina Bomba, o solo do Titã Sérgio Britto (Eu Sou 300) e o segundo do Rumbora, que eu quase levei. Acho que tinha alguma outra coisa legal, mas não ficou na memória.


Os dvds é que tinham algumas coisas que pareciam bem legais mesmo: um do Belle & Sebastian com alguns videoclipes deles, mas parecia coisa feita especialmente para o dvd, não tenho certeza; Down From The Mountain, que promete ser um show com artistas que participaram da trilha-sonora do filme E Aí, Meu Irmão, Cadê Você?, dos irmãos Coen, como nomes como Alison Krauss e Emmylou Harris; e um show ao vivo do Mombojó, gravado pelo Itaú Cultural para um projeto chamado Toca Brasil, com mais de uma hora de duração e 20 músicas, além de um making of. Tremendas pechinchas.


Mombojó - 26/09/08


Aproveitando para ir um pouco mais adiante e entrar na loja Escuta Som, na Rua do Rosário, bem perto daquele prédio que caiu há uns anos (o prédio "Conversa de Botas Batidas") para conferir as promoções de lá. O incrível é que nas outras poucas vezes que entrei lá sempre haviam opções totalmente diferentes da vez anterior que eu tinha visitado a loja.


Já comprei lá bem barato um dvd do Pixies tocando em 2004 em formato acústico no Festival Folk de Newport (aquele onde Bob Dylan tocou uma guitarra e começou uma revolução musical). Poucos dvds dessa vez, mas vários cds por 10 reais e no meio das porcarias dava para achar por esse preço o novo do Oasis, o do Skank (se alguém gostar, confesso que não comprei, nem ouvi), Super Taranta, do Gogol Bordello e o Easy Tiger, do Ryan Adams.

3 comentários:

Túlio disse...

Fui na Escuta som outro dia e não vi o gogol. O 3 por 10 de lá é muito bom também, peguei Nação Zumbi, João Brasil e uma promo de uma banda estranha. Conversando com um senhor, ele falou que se eu comentasse com o dono da loja que algum disco daquele foi recomendado por Cicrano, eu pagaria menos ainda!

Nas Americanas eu lembro de ter achado um do Hyldon por 10 reais, não sei porque não levei... Comprei tudo que eu tenho do Planet lá por 10 reais.

Na NewDisc eu peguei o do Zeferina. Mas por que diabos me cobraram 50 pratas no DVD do Mombojó? Aí eu deixei lá.

Otaner disse...

Hyldon por 10 reais? Tá caro... Não pelo Hyldon, mas é que deve ter mais barato em outras lojas... procura uma que fica entra a new disc e o camelódromo, lá deve ter bem mais barato. O do Mombojó ainda tinha um bocado de dvd lá por 5,90.

Dine disse...

Esse dvd do Belle & Sebastian eu achei nas Americanas do Rio Sul por 1,99!