Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Resenha, fotos, vídeos: Cícero no festival Faro MPB (21/09/12)

Cícero - 21/09/12



Na minha lista de 50 melhores shows do ano passado, o Cícero ficou com a 42ª posição. Longe de ser um demérito, já que costumo assistir mais de 100 shows por ano, e ficou na frente de gente boa, como Rogério Skylab e Lucas Santtana. Mas a participação dele no festival Faro MPB era a hora, 10 meses depois, de ver a quantas anda o Cícero.




"Vagalumes Cegos"



Nesse período de 10 meses algo curioso foi acontecendo. Muitas pessoas passaram a achar o músico o novo messias na Terra, ou, sendo menos dramático (ou mais?) o novo herdeiro do Los Hermanos. Provavelmente pelo mesmo motivo, muitas pessoas passaram a odiá-lo na mesma medida.



O que é estranho. Não consigo ver, em disco ou ao vivo, motivos para odiar ou adorar o Cícero. É um artista ok, em início de carreira e seguindo de forma um pouco excessiva uma fórmula onde as músicas começam com um jeitinho meio bossa nova e no final descambam para um Radiohead (em particular "2 + 2 = 5" do Hail To The Thief). A semelhança de algumas melodias e letras de artistas que o influenciaram também causa um pouco de incômodo.



Cícero - 21/09/12


Por outro lado, vejo como algo bem positivo a banda que ele arrumou para tocar ao vivo as músicas do seu disco. Como destaques, o baterista Uirá Bueno, muito preciso e inventivo, que já vi tocar com várias bandas como Laranja Dub e Monorquestra, além de ter visto nos últimos tempos substituindo Rodrigo Barba nas baquetas do Canastra.




"Laiá, Laiá"


Na guitarra está Ricardo Gameiro, que já tinha visto tocando com os Duques em Realengo (abrindo para o Superguidis), mas me chamou a atenção fazendo parte do grupo experimental Sobre a Máquina. Claro que não se pode esquecer que os arranjos que esses e os outros músicos executam foram criados pelo Cícero, mas dá para notar o início de uma contribuição de cada um na forma de tocar e a grande possibilidade de, seguindo melodias mais originais, as próximas músicas tenderem a crescer.



"Tempo de Pipa"


Claro também que o público não estava pensando em nada disso, enquanto ia se juntando em bom número em volta do palco-arena intermediário que ficava no corredor da Fundição antes do palco principal. Esses, cantando quase todas as músicas boa parte do tempo, não devem achar que Cícero está no caminho certo, e sim, que "chegou lá".


Cícero - 21/09/12


Eu ainda acho que falta um pouco mais de chão para que ao vivo o show se torne mais dinâmico e interessante, mas acredito que com mais tempo isso possa acontecer, sem prestar atenção nos exageros de ódio e amor que tem causado.



Vídeos de "Laiá, Laiá" e "Vagalumes Cegos" por Fábio Fernandes.

Nenhum comentário: