Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

sábado, 23 de dezembro de 2017

Vídeos: Caetano & Moreno & Zeca & Tom Veloso no Circo Voador (16/12/17)






The Velosos




(Como eu não consegui tirar uma foto que prestasse do show no Circo Voador, recorri à esta, do dia 17/10/17, no Theatro Net Rio)



Goste-se ou não, uma das maiores e melhores características de Caetano Veloso, nestes mais de 50 anos de carreira, é a capacidade de reciclar-se musicalmente.  Desta vez, ele nem precisou ir tão longe, pegou os filhos (Moreno, Tom e Zeca) e voilà, temos uma turnê em conjunto.  No palco, todos os quatro cantam e tocam instrumentos, com o paizão, protagonista, sempre generoso e preocupado em não ofuscar o talento dos rebentos.

A estreia do show foi em outubro, no antigo Terezão (hoje, Theatro Net Rio), espaço importantíssimo para a MPB, com oito datas, todas com ingressos esgotados (veja aqui como foi o show).  Depois de uma pequena viagem pelo Brasil, o clã voltou ao Rio, para dois dias, também esgotados, no Circo Voador.

O show da Lapa foi quase o mesmo de Copacabana, com pouquíssimas variações: praticamente o mesmo setlist, mesmas histórias, mesmas piadas.  Até o discreto cenário, a cargo de Hélio Eichbauer, era o mesmo, evocando um cordão umbilical.  Nada mais propício para um show cuja temática, no fundo, é a família.  A diferença entre as duas apresentações, neste pequeno intervalo de dois meses, é que Tom e Zeca, os filhos mais novos e "inexperientes", me pareceram mais confiantes, tanto na execução das músicas quanto na presença de palco.

O setlist é uma variedade de poucos clássicos caetânicos, lados b e algumas inéditas.  Das inéditas, a que chama atenção é "Todo Homem", endeusada por muitos que afirmam ser o grande momento do show e, das novas, a música mais bonita.  Eu discordo.  A letra de Zeca merece atenção mas o seu falsete (que no primeiro momento incomodou mas me desceu melhor na segunda vez), influenciado por Prince, entre outros, desvia o foco da densidade do momento.  A minha preferida é quando Zeca vai para o piano elétrico, Caetano no violão, Moreno na percussão, Tom no tum-tcha-tcha-tum-tcha e rabiscando no passinho: "Alexandrino"

 O meu Veloso preferido no show é o Moreno.  Ele rouba a cena tirando som ao esfregar lixas em "Trem das Cores", tocando violoncelo em "Um Tom" e pandeiro em "A Tua Presença Morena", utilizando prato e faca na percussão e dançando em "How Beautiful Could a Being Be", recriando a voz de quando tinha 10 anos em "Um Canto de Afoxé Para o Bloco do Ilê" e, momento máximo, cantando "O Leãozinho".


Das 25 músicas, gravei 20 que você pode conferir aí embaixo:




Ou, se quiser, clique aqui.


Lista de Músicas:


- Alegria, Alegria / O Seu Amor (abertura do show)

- Genipapo Absoluto

- Um Passo à Frente

- Clarão

- A Tua Presença Morena

- Alexandrino

- Oração ao Tempo

- Ofertório (falando sobre religião)

- Reconvexo

- Você me Deu

- O Leãozinho

- Ninguém Viu

- Um Canto de Afoxé Para o Bloco do Ilê

- Força Estranha

- How Beautiful Could a Being Be

- Um Tom

- Fim de Semana em Paquetá

- Deusa do Amor

- Tá Escrito (encerramento do show)


Nenhum comentário: