Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Vídeos: Far From Alaska no Circo Voador (09/12/2017)






A morte e/ou esgotamento do rock, independente do que a pessoa entenda por "rock", é assunto recorrente desde muito tempo, assim como as novas bandas que surgem como promessa. Algumas são abatidas com o teste do disco seguinte, outras ganham fôlego e voam mais alto. O Far From Alaska está bem mais próximo da segunda opção. Em seu segundo álbum, Unlikely, o grupo traz um "zoológico conceitual" na forma do nome da maioria das músicas, e já começam na apresentação que realizaram no Circo Voador no último sábado com "Cobra". Diferente do animal, a música não é rastejante, nem traiçoeira; pelo contrário, é uma das mais radiofônicas do disco e a reação vibrante do público mostra que eles, grande parte de baixíssima faixa etária, também aprovaram.







O som do Far From Alaska se escora naquela amálgama que junta o grunge com o stoner rock com letras em inglês, o que poderia deixá-los no meio do balaio de trocentas bandas de Goiânia, região muito efervescente no Brasil para esse tipo de som, com a diferença que a banda é de Natal, Rio Grande do Norte. E partem dessa sonoridade para algumas característica que os destacam. Entre eles, a presença de duas vocalistas, Emmily Barreto e Cris Botarelli, sendo que Emmily usando e abusando o vozeirão e Cris acumulando funções importantes de utilizar instrumentos que incrementam o som da banda, seja usando uma guitarra havaiana (lap steel guitar se preferir, daquelas que toca com a guitarra deitada) que leva as músicas para um jeito de blues garageiro, quase country; seja com os teclados e sintetizadores que trazem toques eletrônicos e pop casando surpreendentemente bem no meio dos riffs pegajosos e por vezes sabbathianos da guitarra de Rafael Brasil. Lauro Kirsch na bateria e Edu Filgueira no baixo completam a formação.







A intenção dessa soma de fatores ao vivo é, segundo Emmily, "bater a cabeça e balançar a raba". Talvez tenha sido tentando fazer algo parecido com isso que sua parceira musical Cris tenha torcido o pé logo no começo do show. Isso não impediu que banda e fãs soltassem os bichos durante boa parte do tempo, com as músicas do novo disco dominando o setlist. Se não chegou a ser animalesco (desculpem, parei com as referência à temática do disco), agradou demais e certamente mostrou que a banda natalense está indo na direção certa para conquistar cada vez mais fãs e espaço nessa coisa chamada rock.








Quatro músicas gravadas vocês podem ver aqui ou abaixo.







Músicas gravadas:


- "Cobra"

- "Thievery"

- "Another Round"

- "Elephant"

Nenhum comentário: