Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

terça-feira, 12 de março de 2013

Antes do fim da Trama Virtual, conheça: banda hardcore com Kiko Dinucci e Nenê Altro, a Personal Choice




Muitos e muitos anos antes de se tornar uma das figuras centrais de uma cena musical que se utiliza da afrobeat, samba, e candomblé (entre outros ritmos e estilos) para criar uma forma muito particular e interessante de música brasileira, Kiko Dinucci (Metá Metá, Sambanzo, Passo Torto, Duo Moviola, Bando Afromacarrônico, etc, etc) prestou serviço como guitarrista para "uma banda hardcore straight edge anarquista de São Paulo que durou de Fevereiro de 1993 a Setembro de 1996", conforme diz a descrição da página da Personal Choice na Trama Virtual. O vocalista era Nenê Altro, que depois teria fama/infâmia com a banda emo Dance of Days. Melhor copiar e colar toda a história:



"O Personal Choice foi uma banda hardcore straightedge anarquista de São Paulo que durou de Fevereiro de 1993 a Setembro de 1996. Todos os membros eram militantes da Juventude Libertária de São Paulo (Anarchist Youth Federation) e, com o fim do Repulsive, no final de 1992, o Personal Choice começou como uma brincadeira com o vocalista Nenê Altro cantando com todos outros membros da banda Clear Heads, que ensaiava no Parque Cecap, em Guarulhos. Quando decidiram montar uma banda mesmo, em Fevereiro de 1993, a primeira formação foi a seguinte:

Nenê Altro - vocal
Kiko Dinucci - guitarra
Sebastião O. Neto - bateria
Tarcísio - baixo
André - guitarra

Com essa formação gravaram a demo Mutual Respect de 1994 e fizeram dezenas de shows em festivais de hardcore, casas anarquistas, encontros e etc. A música "Not Alone" dessa demo tape entrou no mesmo ano na coletânea TUDO O QUE NÃO MATA O PODER É MORTO POR ELE, lançada pela Juventude Libertária de São Paulo no mesmo ano."


Para ouvir as músicas da demo Mutual Respect, temos o player abaixo.




Para baixar as músicas dessa demo e de outras já sem Kiko Dinucci na guitarra, vá (enquanto é tempo) até a página da Trama Virtual.

Nenhum comentário: