Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Na cabeceira (virtual): Andrew Bird, Dosh e Garotas Suecas



Não foi de primeira que embarquei no folk sofisticado de Andrew Bird. "Armchair Apocrypha", CD de 2007, não chamou muita atenção. Ouvia apenas "Fiery Crash", que aparentemente nem single foi. Por algum motivo da vida peguei seu disco mais recente - "Noble Beast", do ano passado - e adorei. Letras singelas e belas melodias. "Oh No" (vídeo) foi a primeira a vazar, ainda em 2008. Peguei o bonde andando, tentarei me acomodar.



Um dos parceiros do Andrew é o Dosh. Ele colabora em "Simple X", do "Armchair...", e na perspicaz "Not A Robot, But A Ghost", do último álbum. Não tinha reparado nisso até o César me contar outro dia. Inusitado um trabalho conjunto entre um entusiasta do folk e um estandarte da nova música eletrônica (posso chamar assim?).

Dosh lançou um disco incrível chamado "Tommy" esse ano. Classe alta que tira onda, vanguarda sonora dos anos 10'. Nível de "Cosmogramma", do Flying Lotus. Acreditar numa devoção parecida com a que recebeu FlyLo pela mídia é bobagem. Mas faça seu dever. "Number 41" (vídeo) tem a participação de Andrew.



Garotas Suecas está longe de ser uma unanimidade na minha timeline. O que é bom, mas a diferença das opiniões é espantosa. Tem gente que torce o nariz e chama de banda super estimada. Outros puxam a sardinha indiscriminadamente. Eu acho uma banda legal, mas "Seus óculos custaram os olhos da cara, e agora você não vê nada" é genial. Lançaram o disco novo ainda agora, ouça e escolha o seu lado. Por aqui.

Nenhum comentário: