Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

domingo, 9 de maio de 2010

Tá todo mundo falando 04

Woodstock Brasil

Há algumas semanas atrás começou a circular a informação que aconteceria um festival chamado Woodstock Brasil em outubro na cidade de Itu, interior do estado de São Paulo.


O site da Billboard Brasil inclusive garantia que o festival seria realizado na Fazenda Maeda nos dias 7, 8 e 9 de outubro.


Eduardo Fischer, o empresário que está por trás da possível realização do Woodstock no Brasil, prometeu em seu twitter há um mês que divulgaria informações oficiais sobre o assunto em 30 dias.


E esse dia foi ontem. Porém, a única informação oficial divulgada por Fischer no seu twitter por enquanto é que as chances do festival acontecer são grandes, "mais de 70%", segundo ele, e que o local escolhido será mesmo no estado de São Paulo, mas não confirmou se será em Itu.


Fischer disse ainda que trará para o festival "o espírito do Coachella e Glastonbury", mas não adiantou quais bandas pretende trazer. Entre os nomes especulados pela imprensa e blogosfera musical, são constantemente mencionados Green Day, Linkin Park, Rage Against The Machine, Limp Bizkit e Foo Fighters.


Bom, na minha opinião, apesar de nunca ter estado nem no Coachella, nem no Glastonbury, e muito menos no Woodstock, me parece que são festivais com "espíritos" diferentes. As atrações que estão sendo especuladas fazem crer que aqui será realizado um festival com as bandas que tocaram no malfadado Woodstock de 1999 (o Green Day tocou na edição de 1994 do festival americano e o Foo Fighters nunca participou).


Aliás, as atrações dos outros 3 Woodstocks que já aconteceram nos Estados Unidos você pode ver no wikipedia (acreditando que as informações lá estão certas):

Woodstock 1969

Woodstock 1994

Woodstock 1999


O festival inglês Glastonbury, uma das proferidas inspirações de Eduardo Fischer, conta este ano como atrações principais U2, Muse e Stevie Wonder, entre dezenas (ou centenas, não consegui contar) de artistas que você pode conferir aqui. Glastonbury também já teve casos de violência no passado e muita, mas muita lama quase todos os anos.


Já o não-enlameado Coachella, que teve sua edição realizada há poucas semanas, contou com essa escalação em três dias de Festival, tendo como destaque o projeto solo de Thom Yorke, do Radiohead. E importante notar, custando mais ou menos 300 dólares para assistir mais de 100 bandas em um fim-de-semana.


Apesar de eu não ter a experiência de passar um fim de semana em uma fazenda do interior de São Paulo como sonho de vida, acredito que Eduardo Fischer possa fazer um grande Woodstock se realmente juntar o melhor desses três festivais: muitas atrações boas e variadas (os boatos por enquanto não estão mostrando isso), preço dos ingressos condizentes com a realidade brasileira e tratar bem o público, coisa que quase nunca acontece aqui no Brasil e, como se pode ver, nem sempre acontece lá fora também. Se acontecer, dá até pra perdoar caso ele traga coisas como Limp Bizkit.

Nenhum comentário: