Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Chiquinho Brazão é presidente da CPI dos Ônibus no Rio mesmo sem ter assinado a CPI. Mas quem é ele?



Como vocês devem estar sabendo, aqui no Rio de Janeiro acontece, apesar de muita resistência da câmara de vereadores do município, a CPI dos Ônibus. O autor do pedido pela CPI, vereador Eliomar Coelho do PSOL é o ÚNICO dos 5 membros da comissão que assinou o requerimento. Os outros quatro membros não tiveram interesse na criação da CPI e agora fazem parte dela. Bonito, né?


Como se não bastasse, em vez de acontecer o que seria sensato e o ÚNICO membro que não só assinou, mas foi o autor do pedido da CPI, fosse eleito presidente da comissão, elegeram Chiquinho Brazão como presidente, e Professor Uóston (sério, é esse o nome dele) como relator. Ambos são do PMDB, partido do prefeito Eduardo Paes.


Mas então, assim como já me perguntei aqui quem são os donos das empresas de ônibus no Rio, me pergunto: quem é Chiquinho Brazão? Abaixo alguns links em uma rápida busca no google:



Resultados das urnas confirma o poder das milícias no Rio de Janeiro

"Este pleito também firmou Chiquinho Brazão (PMDB) como o principal herdeiro político da área de atuação do bombeiro Cristiano Girão, condenado por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro — ele está preso numa prisão federal. Chiquinho Brazão recebeu 15.757 votos na Gardênia Azul e Anil, em Jacarepaguá, zonas eleitorais que também atendem a Cidade de Deus, área de Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). O mapa de votação confirma a extensão dos tentáculos de Brazão: ultrapassou os limites das áreas de milicianos e alcançou essa região pacificada."





Vereadores ainda defendem assistencialismo, interesses religiosos ou de milícias

"Na categoria dos candidatos com votação concentrada, consta ainda Chiquinho Brazão (PMDB), com 81% dos seus eleitores no Tanque, Taquara, Curicica e Freguesia (áreas de Jacarepaguá). A família Brazão mantinha há anos um centro social na região, mas ele foi fechado por causa de obras da prefeitura na Estrada dos Bandeirantes."





Rio: MP investiga 18 dos 48 vereadores candidatos

"Cinco dos investigados - Argemiro Pimentel (PMDB), Chiquinho Brazão (PMDB), Liliam Sá (PR), Pastora Marcia Teixeira (PR) e Sami Jorge (PDT) - foram mencionados em reportagem da semana passada, que mostrou que, somado, o valor dos bens dos vereadores candidatos dobrou durante a atual legislatura."






Vereadores do Rio declaram alto patrimônio; um deles, Chiquinho Brazão, teve elevação de 927%

"Embora esteja na terceira posição, com imóveis avaliados em R$ 1,6 milhão no total, o vereador Chiquinho Brazão (PMDB) é o líder em variação patrimonial entre os cinco mais ricos da Casa: subiu 927%. Chiquinho é irmão do deputado estadual Domingos Brazão (PMDB)."





Comissões da Câmara são dominadas por vereadores que desconhecem assuntos tratados

"Assuntos urbanos. Além de ter o vereador Professor Uóston, a comissão será presidida por Chiquinho Brazão (PMDB), irmão do deputado estadual Domingos Brazão, que tem os bairros de Jacarepaguá como base eleitoral. A família Brazão mantinha há anos um centro social na região, mas ele foi fechado por causa de obras da prefeitura. O terceiro membro da comissão é o vereador Jorginho da SOS (PMDB), cuja base eleitoral é o Complexo do Alemão."


(Detalhe: Jorginho da SOS também é membro da CPI dos Ônibus. Como dá pra ver, os três já formam um time muito afinado, vamos dizer assim)





TRE fecha centro social e Brazão pode ser investigado

"No local, um prédio de três andares com elevador, localizado na Estrada dos Bandeirantes, foram apreendidas centenas de caixas de amostras grátis de remédios, cestas básicas, camisetas e folhetos com os nomes do deputado e do irmão dele, o vereador Chiquinho Brazão (PMDB). Foram apreendidas várias escovas de dentes infantis com o nome Brazão gravado nos cabos, além de duas cadeiras de rodas, que seriam do SUS, e fichas em branco de pedidos de exames do SUS."





Novo Plano Diretor do Rio pode mudar regra para templos

"O novo Plano Diretor, em discussão na Câmara de Vereadores, poderá autorizar a instalação de templos religiosos em qualquer área da cidade, inclusive estritamente residenciais, e sem estudos prévios do impacto que trariam sobre os bairros. As propostas são de integrantes da própria comissão de Revisão do Plano Diretor: o católico Chiquinho Brazão (PMDB) e o evangélico Jorge Braz (PT do B), bispo da Igreja Universal do Reino de Deus."





Paes faz agenda secreta ao lado de políticos investigados

"Na segunda-feira, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, candidato à reeleição pelo PMDB, participou do lançamento da campanha do vereador Chiquinho Brazão (PMDB) na Taquara, Zona Oeste. Às 21h, sorridente, Paes cruzou a quadra do Clube Recreativo Português diante de cerca de mil pessoas e subiu no palanque para pedir votos. Ao seu lado, estavam o deputado estadual Domingos Brazão e o deputado federal Eduardo Cunha, ambos do PMDB. Brazão é citado num processo da máfia dos combustíveis."




Quem quiser trazer mais informações nos comentários, fique à vontade.

Nenhum comentário: