Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Minha outra música preferida de 2013 é de 1972

Metá Metá - 17/08/12


Falei de uma das minhas músicas preferidas do ano, então é bom falar de uma outra, que tenho ouvido sem parar.



Essa onda de discos tributos a artistas costuma ser irregular, como acontece com qualquer tributo ou coletânea. A safra de 2013 até que não está se saindo mal, como pudemos ouvir dias atrás com o disco Agenor - Canções de Cazuza, com vários bons momentos.



Antes do Cazuza, rolou um tributo ao disco homônimo de Jards Macalé, lançado em 1972. Lançado pelo pessoal do Banda Desenhada, com uma mega entrevista fodona com o Jards, existem ali algumas boas releituras, casos de Márcia Castro, Arícia Mess e Apanhador Só, sendo que este último podia ter se alongado um pouco mais com uma das mais bonitas canções do Macao, "Mal Secreto".


Mas aí, do meio pro fim, temos Metá Metá.


Caraca.



A diferença de qualidade entre o que o trio (aqui ainda em versão não-metal) apresenta e o que os outros participantes do tributo fazem chega a ser covardia. Não é questão de desmerecer o restante da turma que participa do disco, mas eles estão sobrando perante toda a cena musical de hoje no Brasil e a versão demolidora de "Let's Play That", composição de Jards e Torquato Neto, é o atestado definitvo para quem tinha alguma dúvida disso.



E antes de você ouvir a música aí embaixo (caso não tenha feito), vale repetir: é um trio sem eletricidade nos instrumentos: violão, sax e a voz poderosa e risonha de Juçara Marçal. A eletricidade não está nos instrumentos, mas percorre em altíssima voltagem cada célula de Juçara, Kiko Dinucci e Thiago França nessa gravação.

Já ouviu, né?

Nenhum comentário: