Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Show Inteiro: Metá Metá lançando "MM3" no Circo Voador (10/06/16)





Primeiramente, Metá Metá!





O que falar sobre Metá Metá que o Otaner não tenha falado melhor em suas sempre bem escritas palavras (como você pode conferir aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui)?




Pouco mais de um mês após se despedirem do segundo disco (aqui você pode ver o show completo), na Caixa Cultural, o grupo voltou ao Rio para o lançamento de MM3.




Circo Voador lotado, músicas novas na ponta da língua, aplausos calorosos, muitas rodas de pogo, dois retornos para o bis... nada mal para uma banda que não está no mainstream.




Aliás, tenho a impressão que o MM é a banda mais hypada (e injustamente) desconhecida do Brasil. Se fosse nos anos 70/80, frequentariam a Lira Paulistana ali pelos arredores da Benedito Calixto e seriam tachados de malditos (se pararmos para pensar que neste balaio, entravam Itamar Assumpção, Sérgio Sampaio, Walter Franco e tantos outros gênios, isso é um baita elogio) para serem redescobertos e valorizados tempos depois.




A verdade é que o MM é o patinho feio da MPB. Assim como Recife expeliu o mangue beat nos anos 90, o MM só poderia ter surgido nesta cidade (tão caótica quanto atraente) que é São Paulo, como uma espécie de alien: incômodo, selvagem, cheio de gana. Gana que os músicos esbanjam, principalmente, ao vivo, onde tocam com raiva. Aquela raiva que te estimula, que serve para demarcar o seu território e para expulsar os seus demônios.




Falando em demônio, ele se mostrou presente nas toalhas usadas pelos integrantes e nas projeções durante o show, com desenhos do interino golpista e frases como "Não reconheço esse golpista como presidente" e "Desobedeça o estado ilegítimo e golpista".   Imagens que combinavam perfeitamente com o coro de "Fora, Temer!", entoado pelos presentes o tempo todo.




A entrega dos músicos no palco (Juçara Marçal, Thiago França, Kiko Dinucci sempre muito bem acompanhados por Marcelo Cabral e Sérgio Machado) é incrível.  Se houvesse um medidor de energia entre os instrumentos, provavelmente, ele explodiria.




O público não fica atrás e responde da mesma forma.  É muito insólito ver, por exemplo, no mesmo show, rodas de pogo (Angoulême, Me Perco Nesse Tempo, Rainha das Cabeças) e casais bailando (Cobra Rasteira).





Foram 22 músicas (incluindo todas as novas) que gravei e você pode conferir o show completo aqui:






Ou, se preferir, clique aqui.








Lista de Músicas:



- Lencinho Anunciando o Show do Metá Metá


- Mano Légua / Fora Temer (abertura do show)


- Três Amigos


- Angoulême


- Imagem do Amor


- Exu / Oyá


- Man Feriman


- Angolana


- Falando Sobre o Disco Novo


- Logun


- Atotô


- Obá Koso


- Corpo Vão


- Cobra Rasteira


- Me Perco Nesse Tempo


- Vale do Jucá


- Osanyin


- Rainha das Cabeças


- Apresentação da Banda & Agradecimentos


- Obá Iná


- Toque Certeiro


- São Jorge


- Tristeza Não / Angoulême (bis / encerramento do show)


Nenhum comentário: