Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Vídeos e Fotos: Metá Metá no Oi Futuro Ipanema (17/08/12)

O "emepebêzinho" mais hardcore do mundo



Metá Metá - 17/08/12


Eu estava no show do Canastra quando alguém me perguntou sobre o que era o Metá Metá, a próxima banda que eu veria na sexta-feira, correndo do Humaitá para Ipanema. Eu comecei a dizer que era um trio formado por uma cantora mais sax e violão e antes de terminar a frase comecei a pensar: "nossa, mas como isso deve parecer horrível".




Metá Metá - 17/08/12




Eu quase me convenci que é horrível, só que eu ouvi o disco lançado ano passado (e que estava no meu Top 25 de 2011) por Juçara Marçal (voz), Kiko Dinucci (violão e voz) e Thiago França (sax e flauta). É, você leu bem os parênteses, o Thiago França ainda toca flauta! Tudo, mas tudo mesmo para dar errado.




Metá Metá - 17/08/12




Como Kiko Dinucci diria mais tarde durante o show, enquanto eles estavam tocando em Salvador, alguém chegou e disse: "Ah, vocês fazem emepebêzinho". Imaginando que alguém chegou no Oi Futuro Ipanema só sabendo que era um trio de voz-violão-sax, já deve ter se surpreendido com a cadência afrorreligiosa do começo e logo depois Kiko distorcendo seu violão com o auxílio de um papel estrategicamente posicionado entre as cordas para a música "Vale do Jucá", originalmente de Siba e a Fuloresta.




Metá Metá - 17/08/12




Meu momento mais aguardado veio depois de tocarem "Papel Sulfite". "Trovoa" é daquelas ocasiões mágicas na música, que já era quando cantada por seu autor, Maurício Pereira, mas é catapultada para além da estratosfera na interpretação de Juçara. Ela pede o tom para Kiko, mas começa sozinha e brilha em um dos raros momentos onde a instrumentação violão-flauta se submete à sua voz poderosa que passeia pela história de amor despesperado-cotidiano de Maurício.



Metá Metá - 17/08/12




Mas na maior parte do tempo todos estão iluminados e ao máximo de suas capacidades, explorando as ambiguidades de um trio sem percussão que dá vontade de dançar, um violão que tem uma crueza punk ao mesmo tempo que é rebuscado, um saxofonista que pontua todas as melodias com uma dose de experimentalismo e vigor de fazer cair os braços e uma voz que consegue ser doce, ácida e majestosa.




Metá Metá - 17/08/12




Seja tocando músicas do primeiro disco, do futuro lançamento Metal Metal, pontos de umbanda e trabalhos dos muitos projetos dos três integrantes, ou a sequência de três músicas de Itamar Assumpção (a divertida "Más Línguas", "Ir Pra Berlim" e "Tristeza Não", e a influência de Itamar e da Lira Paulistana é visível no Metá Metá), o trio se mostra além de classificações como rock, metal ou MPB. O que é certo no Metá Metá é que eles têm o costume de ultrapassar os limites de convenções preestabelecidas.



Gravei oito vídeos do show, que você pode ver aí embaixo.




Ou aqui.


Lista de músicas:

Metá Metá - "Vale do Jucá"
Metá Metá - "Papel Sulfite"
Metá Metá - "Trovoa"
Metá Metá - "Samuel"
Metá Metá - "Tristeza Não"
Metá Metá - "Vias de Fato"
Metá Metá - "São Jorge"
Metá Metá - "Rainha das Cabeças"

Nenhum comentário: