Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

domingo, 8 de maio de 2016

Vídeos: duas músicas novas do Metá Metá ao vivo: "A Imagem do Amor" e "Toque Certeiro" (Caixa Cultural - 07/05/2016)






É seguro dizer que Metá Metá figura como a principal banda brasileira em atividade hoje? Pode haver quem discorde, mas é difícil imaginar um conjunto que, no momento, alie inventividade, coragem, entrega e principalmente qualidade da forma que fazem Juçara Marçal (voz), Kiko Dinucci (guitarra) e Thiago França (sax).









Junto com Marcelo Cabral no baixo e Sérgio Machado na bateria, com quem gravaram o segundo disco, Metal Metal, o grupo veio ao Rio de Janeiro mostrar pela última vez na cidade o repertório baseado nesse disco, um salto ruidoso e pesado dentro do universo afrorreligioso que era mostrado de forma delicada e crua na estreia. Foram dois shows sexta e sábado na Caixa Cultural, com ingressos esgotados dias antes e longa fila de espera no dia, na esperança de alguma desistência.









O terceiro disco, chamado MM3, já está prestes a ser lançado e disponibilizado para download. Com isso, o grupo já começou a mostrar um pouco do novo trabalho, tocando duas músicas do vindouro álbum no sábado. Se alguém tem dúvidas qual será o próximo passo do Metá Metá, se eles vão manter a pressão do Metal Metal, já dão uma ideia do que esperar logo no início do show, com a nova "A Imagem do Amor", composição de Kiko Dinucci com Rodrigo Campos. Veja aí:













Mais tarde, em raro momento quando o grupo toma fôlego, Kiko conta que o disco reflete os tempos que vivemos. O show já tem refletido bastante isso e essa noite na Caixa Cultural não foi diferente. O formato do lugar, uma mini-arena quadrada com cadeiras em volta do não-palco onde o grupo se posiciona, não ajuda muito, ainda mais que uma parte do público prefere se manter sentado.









Mas quem esteve a fim de dançar e se entregar ao som do Metá Metá encontrou espaço nos cantos do teatro, para alegria da banda que se acabava a cada música, da mesma forma que já falamos aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e mais tantos posts aqui e vídeos aqui.




Seja na porradaria punk de "Me Perco Nesse Tempo", resgate do grupo de pós-punk paulistano As Mercenárias (um grande mistério as pessoas terem permanecido sentadas durante essa), seja na suavidade de "Cobra rasteira", o Metá Metá se lança de forma destemida, se arrisca, extrapola limites e define novos campos a serem explorados. Assombra e encanta.









No bis, a segunda novidade da noite. "Toque Certeiro" é parceria de Kiko Dinucci com Siba. A melodia, fraseado de guitarra e estrutura dos versos remete às composições do pernambucano, com uma pegada dançante e pequenas explosões aqui e ali daquele jeito que podemos esperar do Metá Metá.













As duas novas do sábado, além de outras que já haviam sido tocadas no Circo Voador e no Oi Futuro Ipanema, criam altas expetativas para o terceiro disco do Metá Metá. E depois de ver um show desses, quem há de discordar?









Mais fotos de autoria de Dine Araújo podem ser vistas aqui. Já os quatro vídeos que gravei, incluindo as duas novas, podem ser vistos aqui ou abaixo:






Músicas gravadas:

- "A Imagem do Amor" (música nova)
- "Atotô"
- "Me Perco Nesse Tempo"
- "Toque Certeiro" (música nova)

Nenhum comentário: