Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Resenha, fotos e vídeos da homenagem a Itamar Assumpção pela banda Isca de Polícia (11/01/13)

Banda Isca de Polícia e Arrigo Barnabé - 11/01/13




"Diz o dito popular / Morre o homem e fica a fama", já dizia a música "Na Cadência do Samba". Mas o tal dito popular serve bem para descrever a situação de um tal Nego Dito, uma das alcunhas de Itamar Assumpção, cantor de destaque na cena musical alternativa dos anos 80 conhecida como Vanguarda Paulista.




Banda Isca de Polícia e Arrigo Barnabé - 11/01/13




Itamar faleceu em 2003, e mesmo 10 anos após a morte do homem, a fama ficou. Ficaram a fama, o nome e suas músicas, regravadas por vários artistas, sendo que a Zélia Duncan gravou um disco inteiro com músicas dele, boa parte inéditas.




Banda Isca de Polícia e Arrigo Barnabé - 11/01/13




A força do seu repertório é tamanha, que sua primeira banda, a Isca de Polícia, segue fazendo shows em sua homenagem e parece ter facilidade em chamar um variadíssimo leque de convidados para auxiliá-los. Na última sexta, no Oi Futuro Ipanema, quem estava lá era Arrigo Barnabé, outro expoente da Vanguarda Paulista e bastante ligado a Itamar.




Banda Isca de Polícia e Arrigo Barnabé - 11/01/13



Entrando enquanto a Isca de Polícia executava um trecho de "Amigo Arrigo", ele começou a participação logo com "Clara Crocodilo", sua peça mais conhecida dentro do disco de mesmo nome que trouxe luz ao atonalismo e a toda uma geração que orbitava pelo teatro Lira Paulistana no começo dos anos 80.




"Clara Crocodilo"


Banda Isca de Polícia e Arrigo Barnabé - 11/01/13




Na sequência, Arrigo tocou "Mal Menor", esta sim parte do cancioneiro de Itamar, mas infelizmente a participação foi bem curta. Antes e depois a Isca de Polícia, contudo, deu um espetáculo à altura do repertório que defendem. Seja em composições não gravadas pelo Nego Dito ("Beleléu Embratel"), ou pela já citada "Na Cadência do Samba", de Ataulfo Alves, as vocalistas Vange Milliet e Suzana Salles, fazem caras e bocas, porém conseguem arrancar uma efetiva participação da plateia em "Se Eu Fiz Tudo" e "Zé Pelintra".


"Na Cadência do Samba"


"Se Eu Fiz Tudo"


"Zé Pelintra"


Enquanto isso os músicos seguram bem as levadas não só para as cantoras, como para o trombone de Bocato, cheio de efeitos e pincelando sons onde pudesse encaixar. O resultado disso tudo é que, se depender de seus músicos e amigos, o nome de Itamar jamais cairá na lama do esquecimento.



Banda Isca de Polícia e Arrigo Barnabé - 11/01/13


(e um agradecimento ao César Lopes por ajudar a gravar "Clara Crocodilo")



"Beleléu Via Embratel" / "Baby"



"Que Tal O Impossível"

Nenhum comentário: