Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Quatorze vídeos do show do Black Alien no Oi Futuro Ipanema



Pode parecer um pouco estranho começar um texto assim e bem diferente de qualquer coisa que eu costume fazer, mas seria bom que as pessoas que gostam e admiram o Gustavo Black Alien torcessem pela recuperação completa de todos os problemas que ele tem enfrentado nos últimos anos e que, considerando a apresentação dele na sexta no Oi Futuro Ipanema dentro do projeto Sonoridades e, principalmente, a não-apresentação dele no dia seguinte, quando seria transmitido via web, ainda está enfrentando, e com uma certa dificuldade.




A última vez que tinha visto o rapper se apresentando ao vivo foi em 2010, como salvação da lavoura de mais uma edição do famigerado Viradão Cultural. Embora suas aparições com um show próprio tenham sido pouco frequentes nos últimos anos, lá do palco ele parecia o mesmo Black Alien que já tinha visto se apresentar (junto com um DJ e uma violoncelista, se a memória não falha) abrindo para o Planet Hemp, ou cantando junto com o próprio Planet naquele dia e em muitos outros anos, ou em entrevistas ou gravações de shows. Um pouco tímido, mas sempre espirituoso e carismático, e bem, como dá pra ver na foto abaixo ou nesse vídeo.




Black Alien - 24/04/10




A imagem que apareceu nas fotos de divulgação do Sonoridades já mostravam um Black Alien diferente da foto acima, a ponto de muita gente não reconhecê-lo. E ao vivo ele também parecia fragilizado quando tentava conversar com a plateia entre uma música e outra. Se bem que não dava para saber com quem exatamente ele falava às vezes, em parte porque ele vai se utilizando de muitas referências (e muitas relacionadas a filmes, como quando fala que "Deus é Alanis Morisette", papel que cantora interpretou no filme Dogma) e jorram ideias da cabeça dele de forma muito intensa, e em parte porque essas ideias parecem desorganizadas e fragmentadas demais.




Não me parece um exagero dizer que Black Alien tem um nível de genialidade semelhante ao Brian Wilson dos Beach Boys ou Arnaldo Baptista d'Os Mutantes, só que atualmente não só pela qualidade de sua produção artística, infelizmente. Como se não bastasse, havia um certo desalinho entre Gustavo e o DJ Pachu (segundo o Bruno, o DJ informou que se tratava de um problema técnico) o que, somado a um setlist que parecia improvisado, prejudicava que o show fluísse de forma normal. E irônico que em um projeto com curadoria de Nelson Motta (presente na plateia e ao mesmo tempo em um telão antes de começar o show) o Black Alien tenha resolvido dar uma de Tim Maia, deixando os convidados (Edi Rock, Flora Matos, André Ramiro e Gabriel, o Pensador) sozinhos para terminar o show e nem comparecido no dia seguinte.




Mas, deixando as preocupações um pouco de lado, quando tudo dá certo é que comprovamos que mesmo diante de tantos problemas Gustavo continua sendo um dos rappers mais talentosos do Brasil. Quando tudo dá certo, as rimas afiadas de versos quilométricos são de uma intensidade que poucos conseguem fazer e Black Alien faz com maestria.



Vou precisar fazer outros posts para falar sobre algumas das participações do show, mas foi perceptível o quanto foi oportuna a participação de Flora Matos em "Na Segunda Vinda" e "Como Eu Te Quero". Músicas do primeiro disco, que dominaram o repertório, enquanto de novidades, foram poucas ("Jah na Contenção", "Rolo Compressor", uma base feita pelo Zégon e quase canta uma chamada "Deus é Brasileiro", mas faltava a base...) porém mantendo o nível de qualidade que se espera de um artista como Black Alien.



Gravei quatorze vídeos, praticamente o show inteiro, que vocês podem ver no player abaixo:






Lista de músicas gravadas:


- From Hell do Céu
- Estilo do Gueto (participação Edi Rock)
- Mr. Niterói
- Na Segunda Vinda (participação Flora Matos)
- Duas tentativas em cima da base de "Paper Planes" da M.I.A>, na segunda com a letra de "Eu Não Quero Brigar Mais Não", gravada pelo Frejat
- Umextrapunkumextrafunk
- Jah na Contenção
- Rolo Compressor
- Babylon By Gus
- Como Eu Te Quero (participação Flora Matos)
- Negro Drama (Edi Rock solo)
- Estrela de Davi (Edi Rock solo)
- Cachimbo da Paz (todos os convidados)
- FDP³ (todos os convidados, menos o Black Alien...)

Nenhum comentário: