Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

segunda-feira, 28 de março de 2016

Vídeos: Juçara Marçal e Ava Rocha no Circo Voador (25/03/2016)








Foi uma sexta-feira daquelas que a gente acredita que o Circo Voador cumpre de forma plena sua vocação histórica de estar na frente, apresentando o novo, de fazer noites que serão lembradas no futuro quando se quiser justificar a importância da lona para o cenário musical brasileiro. É isso que fica da jornada dupla realizada com Juçara Marçal e Ava Rocha.









As cantoras em questão já marcaram presença por ali. Além de participações em concertos de outros artistas, Ava Rocha já se apresentou, por exemplo, em abertura do show de Jards Macalé, em 2014, enquanto Juçara Marçal, além de frequentar a casa com o Metá Metá, mostrou seu disco Encarnado ano passado, dentro do festival Picolé.









É Juçara a encarregada a começar a noite. Contamos e mostramos na íntegra aqui como foi o show de Juçara em 2015. Há minúsculas alterações no repertório, sendo mais sentida a ausência de "João Carranca", talvez para não prolongar demais a noite, mesmo não sendo canção de tão longa duração.









Mas a essência é a mesma dos shows anteriores vistos por La Cumbuca. Um show feito com a voz poderosa de Juçara Marçal, acompanhada de Thomas Rohrer na rabeca, Rodrigo Campos e Kiko Dinucci nas guitarras (um cavaquinho para Campos de vez em quando), formação com todos alinhados, Juçara no lado esquerdo em vez de estar no centro, como se não fosse a estrela que mais irradia luz por maior que seja o barulho que os três músicos conseguem tirar em certas ocasiões de seus instrumentos.









É um show que te deixa exausto emocionalmente. Como não se comover com "Pena Mais Que Perfeita" ou "Damião"? Como não ficar devastado sempre com "Ciranda do Aborto"? Como já disse sobre o show do ano passado, são águas profundas e a certeza que você vai se afogar, para ficar dentro do tema da morte que as músicas trazem.









É difícil sair de um show desses e ver qualquer outra coisa. Então o desafio de Ava Rocha era grande. Com menos preocupações temáticas e um pouco mais cênicas, a cantora joga pesado e começa com "Você Não Vai Passar", a melhor música do elogiadíssimo disco Ava Patrya Yndia Yracema.









Escudada por uma banda formada por luminares da "cena Quintavant" de música experimental-improvisada-investigativa-contemporânea, Ava transita por esse universo musical e pela MPB de forma que alcança os próprios caminhos que aponta, como é o caso de "Mar ao Fundo", "Auto das Bacantes, "Hermética", enfim, boa parte das músicas do disco do ano passado.









Diferente de Juçara, Ava toma a frente do palco e busca sua posição pelos gestos e pela imagem, talvez daí por isso usar uma espécie de cocar de facas durante algumas músicas. Não é algo desinteressante, mas ela ganha mesmo estes ouvidos quando a música fala mais alto.









Apesar das diferenças musicais e de postura no palco, as semelhanças entre Juçara e Ava são muitas, desde a expansão que elas trazem dos limites daquilo conhecido como MPB, o interesse na música afrorreligiosa, até o posicionamento político, que nem precisa ser declarado para parte do público gritar que "não vai ter golpe" e ter resposta positiva das cantoras.








Então é bem-vinda a junção das cantoras e das duas bandas no final, algo parecido com o que o Metá Metá e Siba fizeram ano passado. Aqui, Juçara, Ava e bandas fizeram um barulho intenso que terminou com um axé-noise caótico que coroa o ato de coragem que foi esta noite.









Mais fotos podem ser vistas aqui, no caso da Juçara Marçal, e aqui, no caso da Ava Rocha. Já os vídeos que registramos estão separados da seguinte forma:



Juçara Marçal:



Músicas gravadas:

- "Damião"

- "Ciranda do Aborto"

- "Opinião"

- "Presente de Casamento"

- "Velha da Capa Preta"



Ava Rocha



- "Transeunte Coração"

- "Iracema"

- "Boca do Céu"



Ava e Juçara



- "Chorei"

- "Iracema"

- "Língua Loka"

Nenhum comentário: