Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Múltiplas Escolhas 3

Finalizando os shows da semana passada.

Ao mesmo tempo que os shows lá no Humaitá estavam começando, era bem capaz do Seu Chico estar do meio para o fim de seu repertório de músicas do Chico Buarque. Quem conta sobre o que foi apresentado ali no fim da Rua Voluntários da Pátria é nossa leitora que esteve lá, a Eli! Fala, Eli:

"Apesar da cerveja cara do Cinematheque (3,80 a long neck), foi bom demais! A casa não estava lotada e o show teve um clima intimista com direito a uma fã dando cerveja ao Vítor (enquanto esse fitava a platéia na hora da apresentação dos membros da banda) e Tibério comentando que antes eles tinham que levar ao show o leite do menino e autorização do seu pai."

"O show começou com "Samba e Amor" e ainda teve "Apesar de você", "Cotidiano", "Roda Viva" A galera deliciou-se com "Jorge Maravilha" no bis, mas eles ficaram devendo "João e Maria" (tinham que deixar um gostinho de quero mais pra galera voltar). Destaque para Tibério falando de forma humorada do primeiro encontro de Chico Buarque com os mestres Tom Jobim e Vinícius (definitivamente percebemos e descobrimos como o poder de uma boa música ultrapassa qualquer definição e época)."

"Enfim, show alegre, inspirado e honesto (resumindo apenas minha reação).
Eu queria mais, claro."

Seu Chico - Festa Sobremusica - 14/06/08
(a foto é do show deles na festa do Sobremusica, mês passado)
--------------


Enquanto tudo isso rolava na zona sul, na Lapa acontecia o Mercado Cucaracha, com feirinha, artes, filmes e os shows do Supercordas e da já mais do que comentada aqui Mallu Magalhães. Nosso correspondente no local foi o colaborador do blog Lismar. Chegando às quinze pras dez, Lismar fala que deu tempo de ver no telão do Circo Voador um curta-metragem estrelado pelo Paulo César Peréio e dois curtas da mitológica Pepa Filmes. Depois surgiu uma dupla de rappers onde, enquanto um cantava o outro grafitava em uma tela na pista do Circo. Ele tinha bastante expectativa em relação ao show do Supercordas que se apresentou logo depois, já que era a primeira vez que os via ao vivo e gosta muito do disco Seres Verdes ao Redor. O som do Circo estava bom e os arranjos ficaram bem fiéis ao som do disco, na opinião dele. Com três guitarristas na formação, era incumbência de um deles fazer os barulhinhos que habitam o disco, com a utlização de vários pedais de efeitos. "O tema das músicas gira em torno da natureza, uma piscodelia rural, deve ser porque eles são de Paraty", diz Lismar. Ele não percebe muitas referências de Rock Rural, talvez pela quantidade guitarras, mas as letras lembram.


Já a Mallu Magalhães, nosso amigo diz que ficou bem atento na apresentação para chegar a alguma conclusão sobre ela. E chegou à conclusão que Mallu sabe muito bem o que está fazendo, com o suporte de outros músicos que no palco por vezes a orientavam, especialmente o guitarrista de gravatinha com cara de Beatle. E ela mandava bem pra caramba, o que deixou Lismar com um sorrisão no rosto, pelo fato de Mallu ter 15 anos e conhecer mais de música do que muito marmanjo. Ela tocou violão, gaita, banjo e escaleta. Além de músicas próprias, cantou músicas de Beatles ("I'm The Walrus), Nancy Sinatra ("These Boots Are Made For Walking") e Bob Dylan, para uma platéia formada na frente do palco por muitos adolescentes, e até pais levando filhos com menos de 15 anos. Lismar completa dizendo que mesmo não dominando totalmente os instrumentos ela é talentosa e, se continuar assim, vai longe.

Nenhum comentário: