Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

25 shows nacionais de 2010 - 21: Acabou La Tequila

21 - Acabou La Tequila
13/06/10 - Oi Futuro Ipanema
06/09/10 - Teatro Odisséia


Acabou La Tequila - 06/09/10


Uma característica comum em vários grupos cariocas dos anos 90 era que o show dava certo mais por alguma força divina do que por um esforço conjunto dos seus integrantes. Não me levem a mal, o pessoal do Planet Hemp mesmo dizia, com um certo orgulho, que eles praticamente não ensaiavam e que muitas coisas iam acontecendo de improviso em cima do palco.


Acabou La Tequila - 06/09/10


Verdade ou não, seria realmente motivo de felicidade, considerando os elogios do público cada vez maior que iam arrastando nas apresentações que não eram proibidas pela justiça. Outros grupos, como o Rappa e Funk Fuckers (integrantes de uma auto-denominada Hemp Family, por coincidência ou não) também iam pelo mesmo caminho: um bando de malucos que se junta, sabe o que fazer, mas só descobre na hora como fazer.


Acabou La Tequila - 13/06/10


Talvez eu pudesse dizer o mesmo do Acabou La Tequila, sendo que este não era integrante da “Hemp Family”. Talvez eles se comportassem assim na época, mas a única vez que os assisti, fiquei mais interessado em um telão apresentando acidentes em provas de motovelocidade.



Era 1997, em um dos Expo Alternatives que aconteciam de vez em quando. O destaque da noite foi o Resist Control, de Curitiba. Havia também uma banda que tocava uma versão porrada de “Pra Não Dizer Que Não Falei de Flores” e o Baba Cósmica acabando tudo antes do tempo porque o então baterista e hoje produtor Rafael Ramos furou a caixa da bateria.



A percepção sobre o show do Tequila, com a qual meus amigos concordaram, era: foi bom, só que o telão foi mais legal. Mas conhecia a boa fama dos caras e em 2004 tive a chance de conferi-los no Curitiba Rock Festival, abrindo para o Weezer e fizeram um showzaço, um grande bônus para uma viagem que, graças à atração principal, eu faria de qualquer maneira.



Essa foi uma das esporádicas apresentações do ALT nos anos 2000, onde havia um clima de “encontro da classe de 95”, além de poder divulgar as músicas do seu segundo disco, O Som da Moda, lançado em 2004, anos depois de ter sido gravado.



Ok, voltemos a 2010. Show do Canastra, um final de semana em temporada no teatro Oi Futuro Ipanema. Como convidados no domingo, o Acabou La Tequila, sendo que as duas bandas possuem o mesmo vocalista, Renato Martins, outrora Venatinho Renenoso. Da formação original, lá estava o Kassin com uma guitarra ultra barulhenta, Léo Monteiro na sua bateria-coadjuvante, e Nervoso, que deixou as baquetas para se dedicar a teclados e samplers.


Acabou La Tequila - 13/06/10



Nos novos parceiros da encarnação 2010 do Tequila a bateria “principal” fica por conta de Rodrigo Barba e o baixo fica a cargo de Melvin Ribeiro, ambos com bandas (Los Hermanos e Carbona) surgidas nos anos 90. E como eu disse, não cheguei a perceber isso na época, mas hoje eles parecem um bando de malucos que sabe bem o que fazer, mas só descobre na hora o que fazer.


Acabou La Tequila - 06/09/10


No Oi Futuro havia um clima de amigos saudosistas aproveitando um domingo vazio. A reação de um público bem mais jovem no show “pra valer” deles, que aconteceu no Teatro Odisséia, dançando e se empolgando com o hardcore-country-ska-brega-rock-swing-e-o-que-mais-vier do grupo mostra que não é preciso muito ensaio quando estamos falando de músicas como “Ferina”, “Autocombustão”, “Deus Abençoe Pitágoras”, “Lá em Tijuana”, “Som da Moda”, “Flamming Moe”, “O Fim”, etc. As músicas muitas vezes falam por si só.

4 comentários:

Dine disse...

Venatinho Renenoso... kkkk

Otaner disse...

Passei anos achando que tinham digitado errado na matéria que fizeram sobre o Acabou La Tequila no Segundo Caderno lá pelos anos 90.

Dine disse...

nada!! o bagulho era sério mesmo, ele era identificado assim no clipe "Biscoito" também. No mínimo curioso (e no máximo é vergonha alheia total).

Dine disse...

e me divirto com o Tulio nessa foto.