Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

25 shows nacionais de 2010 - 16: Macaco Bong

16 - Macaco Bong
22/10/10 - Rock'n'Drinks


Macaco Bong - 22/10/10


Será que eles são desse planeta?, andei me perguntando. Olha os nomes deles. Kayapy, Ynaiã... nomes indígenas? Sei não. É difícil de acreditar que pessoas nascidas na Terra fossem capazes de fazer o que o Macaco Bong fez em uma sexta-feira no Rock’n’Drinks em Copacabana. Lugar que um dia se chamou Drinkeria Maldita. Que por sua vez um dia foi em Botafogo e não tinha espaço para shows.



Já o espaço da Rock’n’Drinks é o que alguns poderiam chamar de intimista, devido ao contato muito próximo com a banda. Mas o nome certo é pequeno mesmo. E a premissa do contato é verdadeira. Muitos das dezenas de fãs do Macaco Bong se espremiam à frente do palco para observar em detalhes a ação do guitar hero (não o jogo) dos nossos tempos, Bruno Kayapy.


Macaco Bong - 22/10/10Macaco Bong - 22/10/10


Ele dá aquilo que o público pede, e entre caras, bocas e contorcionismo há um tremendo guitarrista que faz muito mais do que solos e demonstrações inúteis de virtuosismo. Faz música. A proximidade com o trio, porém, mostra que Kayapy tem alguém com quem dividir as atenções.


Macaco Bong - 22/10/10


O baterista Ynayã Benthroldo, do seu lado, praticamente rouba a cena nos momentos mais pesados e rápidos das cacetadas instrumentais do Macaco Bong. Parecia que algumas pessoas procuravam, assim como eu, o segundo bumbo que os pés de Ynaiã pisavam, porque não era possível que uma única canela fina como a de um queniano em maratona de São Silvestre estivesse fazendo aquilo.


Macaco Bong - 22/10/10


Diante desses dois músicos fora de série, cabia ao baixista Ney Hugo (o único terráqueo?) a árdua missão de manter uma base para a dupla fazer as coisas andarem com uma intensidade de causar sorrisos espontâneos no rosto, diante de olhares incrédulos.


Macaco Bong - 22/10/10


Em um certo momento achei que aquele ali era o melhor show do ano. Porém, problemas técnicos com a guitarra, mais para o fim, deram uma esfriada na apresentação. Ainda assim, uma performance estonteante.


Macaco Bong - 22/10/10

Um comentário:

Leonardo Xavier disse...

Eu vi os caras tocarem uma vez no Recbeat e foi épico.