Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Vídeos: Céu canta Catch a Fire de Bob Marley and The Wailers no Circo Voador (25/10/2014)





Era uma vez um projeto que tinha intenção de acontecer somente em uma ocasião no Sesc Santana em São Paulo. Artistas interpretando álbuns "clássicos" lançados no ano de 1973. O nome, 73 Rotações.



Daquelas coisas para a gente ter sempre inveja dos Sescs de São Paulo. Uma dessas artistas era a Céu. O show pelo visto deu muito certo, pois sua interpretação do disco Catch a Fire, lançado em 73 por Bob Marley and The Wailers, acabou se estendendo por outros palcos de São Paulo e pelo país.







Esta é a segunda passagem de Céu no Rio de Janeiro com esse projeto, desta vez no Circo Voador, e o público carioca ficou bastante interessado na junção Céu com Bob Marley. Pouco tempo depois da abertura da casa os ingressos se esgotaram, deixando muita gente do lado de fora.



Também, quem duvidaria do quanto este show seria incrível? Céu sempre teve influência de reggae e outros sons jamaicanos em estúdio e ao vivo, tendo o ápice dessa influência bem marcada no álbum Vagarosa (2009). O disco escolhido para ser interpretado é uma sucessão de hits, um dos melhores álbuns de reggae (ou de qualquer outro gênero) já feitos.







Somado a isso, Céu ainda traz uma banda mais encorpada do que suas turnês costumam trazer (na turnê do disco Caravana Sereia Bloom ela tem sido acompanhada por Lucas Martins no baixo, Bruno Buarque na bateria, Dustan Gallas na guitarra, DJ Marco nos discos e programações), com a presença do músico e produtor Zé Nigro tocando guitarra e Chiquinho do Mombojó nos teclados.







Essa trupe garante os vocais de apoio e os arranjos que, se não chegam a ser 100% iguais aos gravados pelos Wailers, tem a mesma intenção de encher de riqueza de detalhes as canções compostas por Bob Marley e Peter Tosh.



E o público carioca, que lotou o Circo, respondia com bastante empolgação a tudo isso. Véspera de eleições, e com 95% de votos para Dilma Roussef debaixo da lona (de acordo com o DataLaCumbuca), Céu foi até comedida ao declarar voto em Dilma, emendando um viva à democracia, talvez para não desagradar eleitores de Aécio Neves... Instantes antes ela havia feito questão de dedicar o show ao presidente do Uruguai, Pepe Mujica.







Após terminar o repertório devastador de Catch a Fire - "Concrete Jungle", "400 Years", "Stop That Train", "Stir It Up", "Kinky Reggae", "No More Trouble", o que falar sobre essas e as outras músicas deste disco? - Céu ainda tocou três músicas do Vagarosa ("Cordão da Insônia", precedida por "Burnin' And Lootin'" dos Wailers , "Cangote" e "Bubuia"), seu trabalho de maior proximidade com o universo de Bob Marley, e terminou pra cima com "Baile de Ilusão", uma das melhores do último disco. Dilma? Aécio? Nulo? Um dia antes a eleita por aclamação era Céu.




Foram 12 músicas gravadas, 10 pelo Fábio, duas por mim, que podem ser conferidas aqui ou clicando no tocador abaixo:




Músicas gravadas:

Concrete Jungle

400 Years

Stop That Train

Baby We've Got a Date (Rock It Baby)

Stir It Up

Kinky Reggae

No More Trouble

High Tide or Low Tide

Burnin' And Lootin'/Cordão da Insônia

Bubuia

Baile de Ilusão




Sobre outros shows da Céu que já falamos aqui:


Céu no Sesc Tijuca (Geringonça)

Céu no Circo Voador

Céu no Festival Faro MPB

Nenhum comentário: