Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quarta-feira, 29 de maio de 2013

9 vídeos de Defalla no Circo Voador (11/05/13)




Uma coisa que eu nunca tinha entendido era como que integrantes de bandas como Planet Hemp e Pato Fu citavam o Defalla como influência. As referências que eu tinha sobre o Defalla eram do vocalista vestido com uma meia em suas partes íntimas e tocando o miami rock "Popozuda Rock'n'Roll" em programas vespertinos para adolescentes em busca de bundas rebolativas na TV.



Isso até ano passado, quando assisti a apresentação do grupo, que depois de muitas e muitas mudanças de integrantes voltou à sua formação original, na Virada Cultural. Depois desse show procurei o material do início do Defalla, e dá para ter uma ideia do quanto a banda era legal em shows... e voltou a ser.






A apresentação no Circo Voador seguiu o mesmo padrão do show na Virada Cultural ano passado: músicas em sua maioria dos discos Papaparty, It's Fuckin' Borin' to Death e Kingzobullshitbackinfulleffect92. Este último, lançado há 21 anos atrás, já não contava com a baterista Biba Meira que, junto com o guitarrista Castor Daudt, o baixista Flu e o vocalista Edu K, compunham a formação que gravou o primeiro disco da banda.



E apesar do grande acerto de voltar com essa formação (que acho que nunca chegou a tocar no Circo antes, mesmo com o Defalla tendo feito diversas apresentações ali nos anos 90, após a saída de Biba) é Edu K desde o começo que toma a atenção do show para si com uma série de tiradas caçoando de tudo que é possível. Desde a idade avançada do público até a falta de letras atualmente que tratem do mesmo tema que o sucesso "Sodomia", tudo era motivo para tirar um sarro, sempre recheado de palavrões.






Atrás do bom humor de Edu K, a banda segurava a onda com o som que, imagino, na época devia ser realmente surpreendente, misturando rock com funk, rap, e flertes com metal. Então de "Caminha (Que Aqui é de Osasco)", "It's Fuckin' Borin' to Death" (com participação de BNegão, que mais tarde tocaria ali mesmo com seus Seletores de Frequência), "Melô do Rust James" (com Edu K dando uma volta pela arquibancada do Circo) e "Repelente" às versões de Beatles, Tim Maia e Rolling Stones, o Defalla pode até surpreender um ou outro desavisado que não entendia o que as bandas nacionais dos anos 90 viam nesses gaúchos malucos.


Para a "ala geriátrica" que foi matar a saudades dos tempos de moleque, talvez aquilo fosse só um exercício de nostalgia. Mas o vigor que o grupo empreendeu mostra que há espaço para novidades e olhar pra frente, afinal essa sempre foi a razão de ser do Defalla.





Vejam 9 vídeos do show.





Ou clique aqui.



Lista de músicas gravadas:

- Satisfaction

- Sodomia

- Melô do Rust James

- Repelente

- Sossego

- Help

- I Have To Sing a Song

- Não Me Mande Flores

- Popozuda

Nenhum comentário: