Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Vídeos e Fotos: Fausto Fawcett & Os Robôs Efêmeros na Boate 2a2 (11/09/12)




Favelost Gimme Shelter Please






Fausto Fawcett era moderno em 1985, quando surgiu, para o grande público, e hoje (três discos, quatro peças e quatro livros depois) , continua mais moderno ainda. Para o lançamento do seu quarto livro, “Favelost”, agrupou a formação plano b dos Robôs Efêmeros (Renata “Locutora” Davies, o dj dinamarquês Ras Schack e Carlos Laufer, o fiel escudeiro) e se apresentou em uma boate de troca de casais (com muitos espelhos, gelo seco, decoração vermelha, postes de pole dance e tudo mais) em... Copacabana, é claro.







“Favelost” surgiu, pela primeira vez, em dezembro de 2007, em uma edição do “Multiplicidade” (no Oi Futuro Flamengo). Os Robôs Efêmeros ali foram Dado Villa-Lobos e Laufer. Sete músicas com sete projeções de diferentes artistas (Barrão, Luiz Zerbini, Berna Ceppas, Belisário Franca, entre outros). Nunca me esqueço deste show por vários motivos e, um deles, foi não ter carregado a bateria da máquina para poder gravá-lo.





O livro, previsto para sair no ano seguinte, em 2008, acabou atrasando e só agora foi publicado. De lá pra cá, não tinha mais ouvido falar em “Favelost” e, até achei que a ideia havia sido abortada, quando, em 2012, veio a notícia de que Fausto finalmente lançaria o livro. “Favelost”, o show, tem todas as marcas registradas de Fausto e, para quem acompanha a carreira do cara, isso é ótimo. Uma espécie de cyberpunk tupiniquim, o livro é narrado como se fosse um rap, verborrágico e com zilhões de citações por minuto e/ou parágrafo. Não a toa, Fausto classifica as letras deste show como uma “ópera-rap”. E cada música corresponde a um capítulo.





Sobre os dois novos Robôs Efêmeros: Ras, o dj, é muito bom, considerado um dos melhores da Dinamarca, e segurou o show com vários mashups (aliás, Fausto já era precursor dos mashups desde os anos 80). Renata Davies (atriz, blogueira, publicitária) encarnou bem as personas femininas de Fausto (no caso de “Favelost”, a lady da vez é a Eminência Paula): irônica, sacana, descolada (perturbador ouvir ela falando “Me fode”, durante o "mitsub-me sony" em “Andróide Nissei”). Laufer é o maestro, o melhor partner in crime que Fausto poderia ter.





Curiosamente, o show seria o primeiro de uma festa quinzenal ("Quinta dos Infernos") programada para o local mas, pelo visto, voltaram atrás e ninguém nunca mais falou no assunto. Coisas da noite carioca.





Ou clique aqui!


Lista de Músicas:


- Patricinhas Vorazes (Crack Vuitton)

- Facada Leite-Moça / Terreno das Vísceras Abandonadas (Carne Vira Máquina)

- Faroeste do Amor / Shanti Ashtangi / Entidade Bicho Solto das Paixões Encruzilhadas

- Reza Ponto Funk (Samba Bloody Samba)

- Fanáticos Online (A Fé No Sagrado Poder)

- Os Céus Estão Explorados Mas Vazios (Fragmento Noise)

- Rio Paulo de Janeiro São / Push Me / Porções Amorosas Cercadas por Pancadaria / Calígula Free-Jack

- Andróide Nissei / Bad Girls / Born To Be Alive / Please Don´t Let Me Be Misunderstood / Into The Groove

- O Céu Abriu / Favelost Gimme Shelter Please

Nenhum comentário: