Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Ainda 2016: fotos e vídeos de Pat Thomas & Kwashibu Area Band no festival Mimo (12/11/2016)





Antes Mostra Internacional de Música em Olinda, cidade onde o festival ocorria desde 2004, o festival Mimo começou a explorar outras cidades históricas como Ouro Preto e Paraty, com suas igrejas e teatros sendo ocupados com músicas dos mais diversos gêneros.







O Rio de Janeiro passou também a ser incluído no roteiro do Mimo. Por mais histórica que a cidade seja, talvez seja um pouco diferente daquilo que essas outras cidades representam, mas quem somos nós para reclamar, certo? Além das apresentações em igrejas e museus, ainda providenciaram shows em espaços livres um pouco maiores. Em 2015 foi no Parque Lage e ano passado foi na Praça Paris, na Glória.







A chuva figurou como ameaça durante os dias em que o festival aconteceu, em novembro, mas nada que afastasse gente o suficiente para causar filas enormes para entrar a partir de certo momento. Lá dentro um dos dois palcos montados era de frente para um lago, o que deixava o público longe e acabou causando diversas críticas.







Quem preferiu ficar curtindo apenas o outro palco se deu bem. Depois de um show do sempre arrasador Bixiga 70, veio aquele que para alguns era a grande atração do festival este ano e para muitos outros era uma incógnita, talvez uma boa descoberta: Pat Thomas & Kwashibu Area Band, grupo que ilustra e é razão deste texto.







Pessoas mais bem informadas certamente já conheciam a carreira do vocalista ganês, mas a cumbuca aqui só teve contato com sua voz em 2015 através das maravilhas de se passear pelas tags do Bandcamp, onde é reunido esse pessoal que recebe o nome de Kwashibu Area Band para dar uma revitalizada no seu trabalho dentro do estilo highlife.







Mesmo para quem já conhecia, as expectativas provavelmente foram superadas com o que Pat e os instrumentistas da Kwashibu Area faziam. Sem querer arriscar julgamentos sobre o highlife, mas tanto em disco quanto ao vivo o que parece que temos é uma versão turbinada do estilo, com elementos de afrobeat e outros ritmos da África contemporânea.







Tudo estava ótimo e em ebulição e aí começou a chover. O que parecia que era uma ameaça virou um elemento a mais para quem estava na Praça Paris se soltar de vez. Parece que isso empolgou ainda mais Pat Thomas e a banda, que no final pediam para a plateia cantar alguma coisa que, graças a alguns gaiatos, se transformou em "Fora Temer".







Se o clichê "de lavar a alma" pode ser usado em alguma ocasião, foi nesse show do Pat Thomas & Kwashibu Area Band.







Vídeos aqui ou abaixo:





Músicas gravadas:


- "Odoo Be Ba"

- "Mewo Akoma"

- "Gyae Su"



Fotos de Dine Araújo aqui.

Nenhum comentário: