Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Ainda 2016: Fotos e Vídeos - Festival Honk! Rio (25/11/2016)





No final de novembro do ano passado aconteceu a segunda edição do festival Honk! Rio. Dezenas de fanfarras e um ou outro bloco carnavalesco tomaram as ruas de vários bairros da cidade por cinco dias.







La Cumbuca esteve presente na sexta-feira, quando os grupos se concentraram pela parte revitalizada da zona portuária. Revitalizada, mas não muito iluminada, pelo menos no centro da Praça Mauá, onde havia uma sequência de atrações como Os Biquínis de Ogodô convidam as Sungas de Odara e o Bagunço.






Enquanto isso, no caminho dos armazéns estava a Fanfarra Black Clube colocando na rua suas versões festivas de funk, soul, R&B, rap, disco, ska e o que mais vier pela frente.







No Largo da Prainha estavam as Trombetas Cósmicas do Jardim Elétrico fazendo tudo girar com a "Roda Viva" de Chico Buarque. Um pouco menos psicodélico do que o nome sugere, mas mesmo assim são sempre bem interessantes as versões que eles fazem de músicas famosas e de marchinhas.







De volta à Praça Mauá, um dos homenageados dessa edição, o Cordão do Boi Tolo dava início a mais uma de suas maratonas, arregimentando músicos e foliões pelo caminho. Depois de uma volta pela praça, seguiram pela rua Sacadura Cabral passando pelo Largo da Prainha e depois que chegou na rua Camerino há lendas que contam que o bloco seguiu até de manhã e repousou momentaneamente em algum ponto do Aterro do Flamengo. Isso pelo menos até janeiro, quando o boi acordou novamente...











Vídeos com trechos de algumas das fanfarronices podem ser vistos aqui ou abaixo:





- Os Biquínis de Ogodô Convidam as Sungas de Odara - Honk! Rio 2016

- Fanfarra Black Clube - "Comanche" - Honk! Rio 2016

- Trombetas Cósmicas do Jardim Elétrico - "Roda Viva" - Honk! Rio 2016

- Cordão do Boi Tolo - Honk! Rio 2016



As fotos também podem ser vistas aqui.

Nenhum comentário: