Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

200 Discos Nacionais dos Anos 00 - 090 a 081

090 - Canastra - Chega de falsas promessas (2007)

Canastra chega ao segundo cd consolidando o que já traziam em Traz a Pessoa Amada Em 3 dias e mostrando o que a experiência de 3 anos tocando pode fazer com uma banda. Tudo é mais coeso e preciso e trombone e sax são oficializados no som do Canastra. Dixieland, rockabilly, Squirrel Nut Zippers, Brian Setzer, surf music, country, tudo isso vai rodando de tal jeito que se transforma num estilo que eu só consigo pensar em chamar de "de festa", em especial nos momentos mais animados da música "Pomo-de-Adão". Além desta, vale ouvir "Chevette Vermelho", "Motivo de Chacota", "Miss Simpatia" e "Quando Sim Quer Dizer Não".



089 - João Brasil - 8 hits (2008)

João Brasil veio aos poucos, sendo comentado em blogs de música e soltando de tempos em tempos músicas no seu myspace. As primeiras que apareceram já davam conta do que pretendia o músico: zoar, fanfarronear. "Baranga", um louvor a quem ama a todas as mulheres sem preconceito, "Mamãe Virei Capitalista", com participação do De Leve e o groove disco de "Supercool". Depois foi surgindo uma música mais ridícula que a outra: "Mônica Valvogeu", "O Carnaval Acabou Com O Meu Fígado", "Cobrinha Fanfarrona", e seu atestado de genialidade "Pau Molão". E tem mais: o disco se chama 8 hits e tem 10 músicas. Impossível não gostar.



088 - Binário - Nereida (2006)

Se você andou pela praia de Ipanema num domingo de tarde entre 2005 e 2008 (um pouco antes, um pouco depois) deve ter visto esse grupo meio que se apresentando, meio que ensaiando. Aí você compra o cd Nereida e ouve as músicas com outros arranjos, outras roupagens, já que é o som deles é fluido, com dois bateristas e um monte de sintetizadores e guitarras cheias de pedais de efeitos. A quantidade de instrumentos varia de música pra música, do dia, das condições atmosféricas... Apesar dessas características típicas de uma banda de post-rock, o Binário ainda traz na manga, entre um tema instrumental e outro, as boas canções cantadas por Lucas Vasconcellos, como "Amor Líquido", "Contrapartida", "Romântico 2" e "Eterno Amor".



087 - +2 - Ímã (2009)

Trilha-sonora para o grupo de dança contemporânea Corpo, Ímã é o mais recente trabalho do trio formado por Moreno Veloso, Domênico Lancelotti e Kassin, desta vez sem o nome de um deles à frente. Apesar de ser um álbum instrumental concebido para um espetáculo de dança, também é uma síntese dos três discos anteriores do +2. Há a leveza quase silenciosa de Moreno, o experimentalismo de Domenico e a amálgama pop de Kassin. E nem dá pra saber se essas características vieram dos respectivos, dada a quantidade de idéias perceptíveis em cada música. A que eu gosto mais é "Você Reclama".



086 - Do Amor - Ao Vivo No Hanói

Dos muitos bootlegs disponíveis, esta gravação de um ensaio no estúdio Hanói é o produto mais interessante até agora do grupo carioca surgido a partir do Carne de Segunda. Marcelo Callado, Gabriel Bubu, Ricardo Dias Gomes e Gustavo Benjão fazem um hibridismo musical onde cabe de carimbó a dub, passando por rock, funk e axé-punk. "Perdizes", os vocais mongolóides de "Dar Uma Banda", "Chalé" e "Pepeu Baixou Em Mim" são ótimas pedidas. E ainda nem é o primeiro disco, que só deve sair em 2010.



085 - Prot(o) - II (2006)

O tipo de banda que dá até raiva de ser tão pouco conhecida. Não é o tipo de disco que devia ser deixado de lado e há de minha parte uma certa esperança que no futuro ele seja visto como um grande clássico perdido de nossa época. Pelo menos pra mim isso foi feito para as rádios, para shows de rock lotados com pessoas cantando, em especial música como "Fora de Esquadro", "Suando Bem, Suando Quente", "Com As Próprias Mãos" e "A Rainha das Garotas Más". Baixe este e o primeiro disco aqui.


084 - Astromato - Melodias de Uma Estrela Falsa (2000)

Astromato é uma banda dos anos 90, com um disco lançado em 2000, mas com uma "bagagem" vinda da década anterior, naquilo que era chamado de guitar. A sonoridade lembrava bandas britânicas que, apesar de pops, sentavam pau na barulheira das guitarras. Astromato também fazia isso, mas com letras em português. E o diferencial: com letras BOAS em português. "Canção do Adolescente" e "No Macio, No Gostoso" poderiam ter sido grandes sucessos. Bem, pra mim, são.



083 - Ludov - Caligrafia (2009)

Assim como o Astromato aí de cima, o Ludov começou a banda com outro nome e cantando em inglês. E quando fez a transformação para o português melhorou muito (em especial no primeiro EP, que ainda vai aparecer aqui), mas a qualidade não se mantinha nos discos O Exercícios das Pequenas Coisas e Disco Paralelo. Já em Caligrafia, Ludov acompanha a boa safra 2009 de bandas paulistas que tocam indie rock e colocam uma pitada de mpb, variando os ritmos das músicas, como é o caso do Pullovers (nº 113 da lista) com quem compartilham o guitarrista Habacuque Lima. São 19 canções com potencial para entrar no seu cérebro. Baixe e ouça "Luta Livre", "Vinte Por Cento", "Madeira Naval", "Terrorismo Suicida", "Magnética", "Teu Perfume", e não fique só nisso não.



082 - Domenico + 2 - Sincerely Hot (2003)

O mais experimental dos discos do +2, Sincerely Hot se arrisca mais, mas não perde o foco do que o grupo já havia feito quando Moreno era o elemento principal: canção brasileira vinda a partir da tradição bossanovista com olhares pós-tropicais, pós-punk, pós-rock... pós-tudo. Este aqui tem a vantagem de Domênico ainda assim fazer melodias bem bonitas, como dá pra ouvir em "Possibilidade", "Solar" e "Telepata". Mas as melhores nem prezam tanto assim pela melodia: "Alegria Vai Lá", "Te Convidei Pro Samba", "Você e Eu" e "Comigo" são bons exemplos da inventividade deste disco.



081 - Planet Hemp - MTV Ao vivo (2001)

O Planet Hemp começou por volta de 1993 como um grupo de rock, com guitarra, baixo e bateria, que tocava músicas que permitissem que D2 e Skunk (falecido antes de gravarem o 1º disco) fizessem raps em cima. Com o passar dos anos foram acrescentando outros MCs, DJs, percussão e teclados, até que para esta gravação ao vivo voltaram ao formato original, com Bnegão ao lado de D2 cantando a maior parte do tempo sobre a musa deles, e o guitarrista Rafael Crespo ilustrando o "Raprockandrollpsicodeliahardcoreragga" conduzido pela cozinha Formigão / Pedrinho Garcia. Fora o material já bem conhecido, vale reparar nas versões "rock" de "Hip Hop Rio" e "A Culpa é de Quem?".

Nenhum comentário: