Novidades musicais de todos os tempos. Também estamos em:

Flickr : Youtube : Twitter : Facebook

Destaques do site:

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

O imponderável gosto da Carne Doce, de Goiás para Ipanema (12/10/2013)





Tão inesperado quanto uma possível iguaria com esse nome, surgiu uns meses atrás o EP do Carne Doce, com um tipo de som não muito comum pela bandas de Goiás. Uma das músicas, "Fruta Elétrica", me fez imaginar que pudesse existir ali uma espécie de Novos Baianos de Goiás. Novos Goianos? Quis o destino que eu contribuísse de forma indireta para que a dupla, formada pelo casal Salma Jô e Macloys, viesse tocar no Levada Oi Futuro, projeto capitaneado pelo Jorge Lz do Geleia Moderna.







A dupla já se transformou em grupo e a primeira impressão que me passa é de uma banda grunge tentando tocar MPB. Mas isso seria muito superficial para descrever as várias nuances que vão se desalinhando com os múltiplos ruídos produzidos por Eduardo "Orquestra Abstrata" Kolody, um meio-que-sósia do Kurt Cobain que junto com o baixo-e-bateria de Gustavo Ponciano e Evandro Galo não escondem a alma roqueira (grunge, stoner, rock do início dos anos 70, etc) goiana.




Tomemos a já citada "Fruta Elétrica" como exemplo. O som poderia ser considerado um sambinha, mas tocado de forma tão "dura" e não-malemolente pelo pessoal (apesar da guitarra suingada de Macloys) que se transforma em uma outra coisa, e isso é bem interessante. Mesmo antes, quando a dupla principal fica sozinha por algumas músicas, há muito mais de energia na guitarra e voz, mesmo quando eles chegam a uma quase-bossa-nova (“Linda Goiana”).



(Mais um parênteses, já que gosto tanto, para falar da vocalista Salma Jô. Ou melhor, da presença e da voz da Salma Jô. Não começo não se nota tanto assim, mas do meio para o final, em músicas como "Preto Negro" e "Dignos", fico na dúvida se o que impressiona mesmo são os falsetes e os ótimos efeitos que ela usa de vez em quando ou se as palavras que ela canta. Provavelmente as duas coisas juntas.)



Mas a veia é muito mais pop do que grunge ou MPB, uma gama muito extensa de referências à serviço de letras com ótimas ideias (inclusive uma das músicas se chama "Ideia") e sacadas que fogem de romantismos óbvios que poderiam se supor de um casal de namorados que tem uma banda. Considerando que este foi o quarto show do casal+banda (o terceiro tinha sido no dia anterior) só podemos esperar coisas cada vez melhores da Carne Doce.




Mas quer saber mesmo como foi o Carne Doce no Oi Futuro Ipanema? Gravamos o show quase inteiro, que você pode assistir aqui ou aí
||
||
\/





Músicas:


Sertão

Cavalgada

Da Mulher

Dos Namorados

Sexo 2

Linda Goiana

Fruta Elétrica

Rio Grande

Clichê Deprê

Corrente

Super Tutu

Preto Negro

Ideia

Veneno

Dignos

bis:

Cavalgada

Fruta Elétrica





(fotos e boa parte dos vídeos por Fábio Fernandes)

Nenhum comentário: